Scroll Top

azia dicas Dicas de Saúde intestino irritável legumes tratamento

10 Remédios para Intestino Irritável

O QUE É: A Síndrome do Intestino Irritável (SII) é um termo aplicado a uma associação de sintomas, que consistem mais freqüentemente de dor abdominal, estufamento, constipação (“intestino preso”) e diarréia. Muitos pacientes com SII alternam diarréia com constipação. Pode haver muco presente junto às fezes. Não se trata de um defeito anatômico ou estrutural. Não é uma desordem física ou química identificável. Não é um câncer e tampouco irá causá-lo. Não causa outras doenças gastrointestinais. Em palavras médicas, não há doença orgânica detectável. A SII é uma desordem funcional do intestino. Não há sinal de doença que possa ser visto ou medido, mas o intestino não está funcionando normalmente. É um problema comum, afetando cerca de uma a cada cinco pessoas nos Estados Unidos, mais comum em mulheres, e mais freqüente em momentos de stress emocional. Geralmente tem início na fase de adolescência ou de adulto jovem, raramente aparecendo pela primeira vez após os 50 anos de idade. O que parece ocorrer é uma associação entre um distúrbio da motilidade intestinal (as contrações musculares rítmicas dos intestinos que levam a comida digerida adiante) e uma percepção anormal de estímulos no intestino, que em pessoas sem o problema não acarretariam qualquer desconforto (por exemplo, pessoas com SII sentem desconforto decorrente da presença de volumes normais de gás dentro dos intestinos, coisa que indivíduos normais não sentem).

SINTOMAS

Quais os sintomas da SII? Dor e desconforto abdominal associado com alterações nas fezes são os principais sintomas, os quais variam entre as pessoas. Pessoas apresentam constipação, outros diarréia ou ainda alternância entre diarréia e constipação. Alguns referem sensação de estufamento e distensão abdominal, decorrente da fermentação de gases no cólon. A SII afeta os movimentos do cólon, o transporte de gases e fezes e a quantidade de líquido absorvido. Nos pacientes afetados, os movimentos do cólon podem estar aumentados, impulsionando muito rapidamente o bolo fecal, não permitindo a adequada absorção desse fluido, deixando as fezes com excesso de água, o que se manifesta como diarréia. Por outro lado, quando o intestino trabalha muito lentamente, comum na SII, as fezes ficam em contato por muito tempo com as paredes intestinais, favorecendo uma maior absorção de água, deixando-as endurecidas e secas, características da constipação intestinal. Sangramento, febre, perda de peso e dor abdominal persistente e contínua não são sintomas da Síndrome e indicam outros problemas que precisam ser investigados.Woman suffering from stomach pain

CAUSA

O que causa a SII? O que leva uma pessoa a ter SII e outra não? Ainda ninguém sabe. Os sintomas não são causados por uma alteração orgânica específica (doença).Os estudos têm demonstrado que na verdade, o intestino destas pessoas parece ter uma sensibilidade aumentada (são mais sensíveis) a diferentes estímulos como determinados alimentos e a ansiedade (stress). Abaixo estão listadas as principais teorias da SII: Os movimentos de propulsão do intestino (peristalse) parecem não funcionar adequadamente. Há contrações uniformes da musculatura (espasmos) ou mesmo a parada dos movimentos. A camada superficial do intestino grosso é responsável pela troca de fluidos entre as fezes e o organismo. Em pacientes com SII,os movimentos do cólon podem estar aumentados, impulsionando muito rapidamente o bolo fecal, não permitindo a adequada absorção desse fluido, deixando as fezes com excesso de água, o que se manifesta como diarréia. Por outro lado, quando o intestino trabalha muito lentamente, comum na SII, as fezes ficam em contato por muito tempo com as paredes intestinais, favorecendo uma maior absorção de água , deixando-as endurecidas e secas, características da constipação intestinal. Como o coração e os pulmões, o cólon é parcialmente controlado pelo sistema nervoso autônomo (não controlado pela nossa vontade), que comprovadamente sofre interferência do nosso estado emocional , como ansiedade e stress. Com isto pode trabalhar mais rápido, mais lentamente ou contrair de forma desordenada (espasmo).

Os seguintes fatos parecem estar ligados com piora dos sintomas:
Refeições volumosas
Grande quantidade de gases no intestino grosso
Medicamentos
Trigo, centeio, cevada, aveia, cereais, chocolate, leite e derivados, álcool
Bebidas que contém cafeína: café, chá e colas Estrese, ansiedade, labilidade emocional
Pesquisas revelam que mulheres com a SII apresentam exacerbação dos sintomas no período menstrual, sugerindo relação com os hormônios femininos.

Como o estresse afeta a SII? Estresse – sensação de cansaço físico e mental, preocupações, nervosismo – estimulam contrações (espasmos) no cólon de pessoas com a Síndrome do Intestino Irritável. O cólon possui uma vasta rede de nervos que se conectam com o cérebro. Esta via nervosa coordena o ritmo normal das contrações dos músculos do intestino grosso. Em situações de estresse, ansiedade, esta mesma via pode causar desconforto abdominal. Pessoas freqüentemente experimentam cólicas, desconforto abdominal ou até mesmo diarréia quando estão nervosas ou agitadas. Mas em portadores da SII, o cólon manifesta-se de maneira muito mais intensa a essas situações. Além disto, o estresse tende a deixar as pessoas mais sensíveis a determinados estímulos.

remédios caseiros para a síndrome do intestino irritável

Iogurte: Iogurte contém ‘culturas vivas’ e é um remédio popular para IBS relacionada a diarréia. Culturas vivas são bactérias amigáveis que fornecem uma camada de proteção nos intestinos e ajudam a gerar ácido láctico e a expulsar as toxinas bacterianas do corpo. Você pode comer iogurte, puro ou fazer um smoothie. Tome algumas várias vezes ao dia até que você note a melhora na sua condição. Como alternativa, misture meia colher de chá de casca de psyllium ou Isabgol (disponível em drogarias) a um copo de iogurte. Coma uma hora após o seu almoço e jantar. Repita diariamente, até que haja melhora.

Semente de Linhaça: Linhaça é uma boa fonte de fibra dietética necessária para a passagem rápida e abrangente de produtos residuais. Além disso, a linhaça é um bom fornecedor de ácidos graxos omega-3 essenciais que são conhecidos para apoiar o sistema imunológico e o digestivo. Tanto a constipação como a diarréia podem ser tratadas com linhaça. Coma uma colher de sopa de semente de linhaça com água, uma vez por dia. Como alternativa, adicione uma colher de chá de semente de linhaça para uma xícara de água fervente. Aguarde por 5 a 10 minutos e depois beba este chá de ervas antes de ir para a cama. Beba diariamente para manter seu estômago limpo e livre de gases. Você também pode misturar uma colher de sopa de linhaça em um copo de água e deixá- la descansar por duas a três horas. Beba esta água diariamente antes de dormir para manter os movimentos intestinais suaves.

 Hortelã: A hortelã reduz os sintomas da SII como cólicas, distensão abdominal e diarréia. Um estudo publicado no Jornal Médico Britânico descobriu que a fibra, antiespasmódicos e o óleo de hortelã são muito eficazes no tratamento da síndrome do intestino irritável. Menta contém óleo de mentol, que tem um efeito antiespasmódico sobre a musculatura lisa do trato digestivo, ajudando a aliviar o inchaço, a dor e espasmos intestinais de gases. Além disso, a hortelã pode ajudar os alimentos passarem facilmente pelo estômago. Adicione duas ou três gotas de óleo de hortelã para um quarto de xícara de água morna. Beba três ou quatro vezes por dia. Continue até que haja uma melhoria na sua condição. Além disso, você pode adicionar uma colher de chá de hortelã seca para uma xícara de água fervente. Deixe em infusão por 10 minutos. Beba este chá duas ou três vezes ao dia. Nota: Se for tomado em quantidades excessivas, a hortelã pode causar náuseas, perda de apetite, problemas cardíacos e distúrbios do sistema nervoso.

Sementes de erva-doce: Sementes de erva-doce podem aliviar os espasmos intestinais e a distensão abdominal comumente associado com a IBS. Além disso, elas desempenham um papel fundamental na eliminação de gorduras do sistema digestivo, inibindo assim a produção excessiva de muco no intestino que contribui para a IBS. Adicione metade ou uma colher de chá de sementes de erva-doce triturada para uma xícara de água fervente. Deixe em infusão por 10 minutos e desfrute o seu chá de ervas. Você pode tomar este chá duas ou três diariamente para prevenir, bem como reduzir os sintomas da SII. Como alternativa, você pode tomar meia colher de chá de pó de sementes secas de erva doce assadas duas vezes ao dia com água morna.

Gengibre: Gengibre pode reduzir os gases e o inchaço, portanto, é frequentemente recomendado para o tratamento da SII. O gengibre também reduz a inflamação nos intestinos e relaxa os músculos intestinais. Adicione meia colher de chá de gengibre fresco ralado em uma xícara de água quente. Deixe em infusão por 10 minutos, retire o gengibre e adicione um pouco de mel e em seguida beba o chá. Você pode beber chá de gengibre duas ou três vezes por dia para aliviar cólicas e dores abdominais. Alternadamente, você pode ralar um pedaço pequeno de gengibre e adicionar uma colher de chá de mel para ele. Coma essa mistura antes do seu almoço e jantar para livrar-se de diarréia, bem como melhorar seu processo digestivo. Nota: Aqueles que sofrem de pressão alta não devem usar remédios de gengibre para IBS.

Suco de couve: Suco de couve é um outro remédio muito eficaz para quem sofre de IBS e de constipação. O suco de couve crua tem enxofre e cloro que ajudam a limpar profundamente a mucosa do e do trato intestinal. O suave efeito laxante da couve torna os movimentos intestinais suaves e mais fáceis de passar, bem como mantém o corpo hidratado. Lave uma couve fresca e corte em pedaços pequenos. Coloque as folhas em um espremedor ou liquidificador para fazer o suco de couve fresca. Beba meio copo do suco por vez, três a quatro vezes em um dia. Você deve beber o suco assim que começar a ter prisão de ventre. Nota: Em algumas pessoas, o suco de couve pode causar inchaço e flatulência.

 Aveia: Comer farelo de aveia diariamente dará ao seu corpo a fibra necessária e reduzirá os sintomas da SII em grande medida. Quando você comer farelo de aveia, as fezes se tornaram macias e passarão facilmente e sem dor. Além disso, ela tem antioxidantes, proteínas, cálcio, ferro, tiamina, fósforo, riboflavina, magnésio e zinco. Adicione uma colher de sopa de farelo de aveia para seus cereais nos lanches diários. Também, você pode misturar uma parte farelo de aveia com duas partes de água e cozinhar por alguns minutos. Então coma como mingau de aveia. Você também pode adicionar uma colher de sopa de farelo de aveia ao iogurte, smoothie ou uma salada. Nota: Quando você começar a comer farelo de aveia, você pode ter gases e inchaço, mas estes sintomas diminuirão quando o corpo se ajustar a ele.

Camomila: A propriedade antiespasmódica, bem como a alta quantidade de taninos presentes na camomila pode fornecer grande alívio dos sintomas da IBS como da diarréia. Além disso, a camomila reduz a inflamação nos intestinos e alivia espasmos abdominais. Coloque duas ou três colheres de chá de flores de camomila secas em uma xícara de água fervente. Deixe em infusão por cerca de 15 minutos. Coe e adicione um pouco de suco de limão. Beba este chá de ervas, cerca de três vezes ao dia.intestino-irritavel

Bananas: Bananas frescas e maduras são um fruto nutritivo que ajudam a aliviar os sintomas da SII. Você pode comer bananas para tratar a diarréia, porque as fibras solúveis da banana ajudam a absorver o líquido nos intestinos. Além disso, o potássio presente no banana alivia o inchaço e o gases. Coma uma ou duas bananas maduras diariamente para manter um sistema digestivo saudável e prevenir a IBS. Se você está tendo diarréia, amasse uma banana madura e misture uma colher de chá de polpa de tamarindo e uma pitada de sal. Coma duas vezes ao dia até parar a diarreia.

Cenouras: As cenouras são uma boa fonte de pectina, o que pode ajudar a prevenir os sintomas da SII, bem como tratar a diarréia e a constipação. Coloque algumas cenouras frescas em um espremedor para extrair o suco. Adicione algumas gotas de suco de limão e um pouco de mel para o suco. Beba várias vezes ao dia, até você notar melhora. Você também pode misturar cenoura macia, cozida no liquidificador com um pouco de água para fazer purê. Adicione um pouco de sal e coma meia xícara de purê de cenoura várias vezes ao dia. Nota: Evite comer cenouras cruas, se ela provocar dor de estômago. Se você sofre de outros problemas de saúde, é essencial falar com seu médico antes de tentar qualquer um desses remédios em casa. Além disso, você precisa seguir uma rigorosa dieta e estilo de vida saudável diariamente para manter sob controle os sintomas da SII.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: