Scroll Top

cartamo dicas Dicas de Saúde óleo de cartamo

11 Benefícios do Óleo de Cartamo para Peso

Óleo de Cártamo Emagrece: “O ômega 6 presente no óleo de cártamo age como catalisador da perda de gordura castanho”. A gordura castanho possui o ofício de formar calor para os órgãos vitais e, por causa disso, é uma “gordura ótima” e “queimadora de calorias”. No momento em que o ômega 6 acelera a perda de medidas, desse forma de gordura, O corpo procura força na gordura branco, localizada no abdômen, circunferência e quadril. Já o ômega 9, por sua vez, diminui a fabricação de cortisol, um dos principais hormônios,

Representantes pelo armazenamento de gordura na região abdominal. Ajuda a diminuir a gordura abdominal quando utilizado junto de exercícios físicos, pois o óleo de cártamo inibe as enzimas lipogênicas (LPL), que estocam gordura, e estimula a ação das enzimas lipolíticas, que queimam a gordura. Com a ação da LPL bloqueada, o organismo passa a utilizar o estoque de gordura como fonte de energia para a atividade muscular.cartamo

  •  Ajuda a reduzir o peso corporal
  •  Aumenta o metabolismo
  • Ajuda no ganho de massa e definição muscular
  • Reduz a aterosclerose
  • Previne e ajuda a tratar diabetes mellitus tipo 2
  • Potencializa a mineralização óssea
  • Melhora o sistema imune
  • Tem efeito antitrombogênico
  •  Possui ação anti-oxidante
  •  Ajuda a inibir células cancerosas
  • Diminui as concentrações de colesterol LDL, triglicérides e glicose no sangue
  • Previne o aparecimento de celulite

Óleo de Cártamo Para que Serve: O óleo de cártamo além do tratamento do corpo, para atraente e saúde, similarmente é utilizado em cosméticos, indústria bioquímica, corantes com as flores, fabricação do biodiesel, e na refeição. O óleo de cártamo é utilizado na indústria dos cosméticos, pelas características, com obra de itens no segmento da beleza; e essa indústria é extensa, e constituída de maneira básica por elucidações o partir dos itens com procura da classe.

Óleo de cártamo é bom para o cabelo: Além dos seus benefícios para a saúde em geral, o óleo de cártamo também pode ser usado no tratamento de cabelos secos e quebradiços por ser rico em vitaminas A, E e gorduras antioxidantes, que atuam mantendo a saúde dos

cabelos e da pele. Para obter seus benefícios, deve-se massagear lentamente o couro cabeludo com o óleo de cártamo, pois isso irá ativar a circulação sanguínea local e fazer com que a raiz do cabelo absorva o óleo, deixando os fios mais fortes e estimulando o seu crescimento. Para o corpo, o óleo funciona como um hidratante natural, sendo rapidamente absorvido pela pele e ajudando a prevenir rugas e celulites.

Trata e alivia sintomas da TPM: Ainda graças ao ácido linoleico, os sintomas desagradáveis da TPM podem ser facilmente e rapidamente aliviados com a ingestão de óleo de cártamo. Isso acontece pois esta vitamina é responsável por regular as prostaglandinas do corpo, controlando os sintomas oriundos do período pré-menstrual.

Controle e redução da obesidade: Graças à alta quantidade do ácido graxo Omega-6, o óleo de cártamo é um poderoso aliado no controle e até mesmo redução da obesidade. O Omega-6 auxilia na queima de gordura, não deixando que ela fique armazenada no corpo.

Coração: O ácido graxo Omega-6 também é responsável por manter o colesterol equilibrado em nosso corpo de forma saudável, evitando e diminuindo as chances do desenvolvimento de ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais. Em questões gerais, o óleo de cártamo também é popularmente utilizado para tratar tumores, febres, tosses ou outros problemas respiratórios. Além disso, é popularmente conhecido por tratar e aliviar dores gerais, lesões traumáticas, constipações e etc. Aqui é importante notar que citamos as utilizações populares e não cientificamente comprovadas.

Ajuda na perda de peso: Apesar de nenhum estudo até o momento demonstrar consistentemente que apenas a inclusão de óleo de cártamo na alimentação leva à perda de peso, muitos fatores contribuem para que ele seja um excelente aliado da sua dieta. O óleo de cártamo é rico em ácidos graxos insaturados que já provaram serem capazes de estimular a queima de gordura corporal. Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, o consumo de gorduras é essencial em dietas para perda de peso. O fundamental é consumir fontes de gorduras boas, e na quantidade correta, balanceando todos os macro e micronutrientes. Uma privação exagerada de gorduras deixa o metabolismo mais lento e prejudica os resultados da dieta. Portanto, consumir o óleo de cártamo moderadamente como substituto de outros tipos de gorduras e seguindo uma dieta com a distribuição energética ideal entre gorduras, carboidratos e proteínas, pode ser um meio bastante eficaz de acelerar o metabolismo, a queima de gordura e consequentemente perder peso. Além disso, estudos demonstraram que o óleo de cártamo é capaz de aumentar os níveis de serotonina no organismo. Esse neurotransmissor está estreitamente relacionamento ao humor, diminuindo a ansiedade e promovendo bem-estar, condições que auxiliam a reduzir o apetite e a ingestão de calorias. Já foi comprovado também que a suplementação com óleo de cártamo foi capaz de levar ao aumento dos níveis séricos de adiponectina, um hormônio secretado pelo tecido adiposo que participa da regulação da glicemia e do catabolismo dos ácidos graxos. Seus níveis na corrente sanguínea estão diretamente relacionados à perda de peso e a baixas porcentagens de gordura corporal em adultos. Assim, esse é um terceiro mecanismo pelo qual o óleo de cártamo pode auxiliar na perda de peso e melhora da composição corporal. Os benefícios do óleo de cártamo para o emagrecimento é o que deram a sua fama recente.

Combate a gordura abdominal: O ganho de peso geralmente é acompanhado pelo aumento da gordura abdominal, que se torna muito perigosa quando está ao redor dos órgãos, sendo chamada de gordura visceral. Pacientes com elevados níveis de gordura visceral tendem a permanecer em estados inflamatórios crônicos, desenvolver resistência à insulina, e outros sintomas da chamada síndrome metabólica, fator de risco para doenças do coração, enfarto do miocárdio e certas formas de câncer. Um estudo publicado pela Universidade de Ohio, Estados Unidos, em 2009, demonstrou que a suplementação com óleo de cártamo por um grupo de mulheres pós-menopausa e com diabetes tipo 2, apesar de não ter efeitos sobre o peso e a porcentagem de gordura totais, levou a uma diminuição da gordura abdominal e ganho de massa magra. A hipótese é que haja um rearranjo da composição dos tecidos adiposos distribuídos pelo corpo. Apesar de mais estudos serem necessários para corroborar esses resultados, envolvendo, inclusive, outros grupos populacionais, o óleo de cártamo pode também ser um aliado na luta contra a tão temida barriguinha.

Reduz o colesterol ruim e faz bem ao coração: Estudos ainda conflitam neste ponto, porém evidências indicam que o óleo de cártamo também parece ter a capacidade de elevar os níveis de HDL, que é o colesterol bom, e reduzir os níveis de LDL, o colesterol ruim. Os níveis de colesterol estão diretamente ligados à suscetibilidade a doenças cardiovasculares, como arteriosclerose, enfarto do miocárdio e acidente vascular cerebral. O colesterol ruim pode se acumular nas paredes dos vasos sanguíneos formando placas que bloqueiam o fluxo sanguíneo, enquanto o colesterol bom ajuda a reduzir a deposição dessas placas. Assim, por melhorar o perfil lipídico do sangue, o óleo de cártamo seria um excelente aliado para a saúde do coração.

 Controla os níveis de açúcar no sangue: O mesmo estudo realizado com mulheres pós-menopausa e com diabetes tipo 2 nos Estados Unidos demonstrou que a suplementação diária com 8g de óleo de cártamo por 36 semanas foi capaz de reduzir os níveis de açúcar no sangue das voluntárias e aumentar sua sensibilidade à insulina.
Assim, o óleo de cártamo pode ser um auxiliar no controle da glicemia, ajudando portadores de diabetes no controle da doença ou pessoas não diabéticas na sua prevenção. Os níveis de glicose no sangue também são extremamente importantes para quem deseja ganhar massa magra ou perder gordura, uma vez que determina a liberação de insulina, que por sua vez é um hormônio que favorece o acúmulo de gordura. Estudos mais conclusivos ainda são necessários para investigar a influência do óleo de cártamo nesse parâmetro metabólico.

 Ajuda o sistema imunológico : As prostaglandinas são sintetizadas a partir de um derivado do ácido linoleico e exercem papel fundamental no nosso sistema imunológico, garantindo as sinalizações bioquímicas que levam à defesa contra micro-organismos invasores e outras lesões. Assim, o óleo de cártamo pode melhorar nosso sistema de defesa por garantir o fornecimento de ácido linoleico, essencial para a produção de prostaglandinas e que não consegue ser sintetizado pelo corpo humano.

Antioxidante Natural: O óleo de cártamo é fonte de vitamina E, que é extremamente benéfica por ser um potente antioxidante, protegendo as células do corpo contra os radicais livres, tanto formados internamente pelo metabolismo celular, quanto externamente pela exposição aos raios UV, a poluentes, etc. Isso ajuda na saúde como um todo, combatendo o envelhecimento precoce e até mesmo protegendo contra diversas doenças. A suplementação com o óleo de cártamo ou a sua inclusão como substituto de outros óleos na alimentação ajuda a atingir a ingestão diária recomendada dessa vitamina. O óleo de cártamo tem ainda em sua composição outro agente antioxidante, um composto derivado da serotonina, aumentando ainda mais seu benefício contra os radicais livres.oleo-de-cartamo

Óleo de Cártamo Efeitos Colaterais: Ilícito para Mulheres grávidas, óleo de cártamo interfere na estabilidade de açúcar no sangue dos diabéticos, complicações cardíacos, Pressão nas artérias baixa, Doenças gastrointestinais, Reação alérgicas. Por causa disso, constantemente consulte o seu médico antes de ingeri-lo. Para mais informações, fiz um artigo só para óleo de cártamo efeitos colaterais.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: