Scroll Top

alimento rico em potassio alimentos saudáveis alimentos vermelhos dicas Dicas de Saúde dieta

11 Benefícios dos Alimentos Vermelhos

A cor de cada alimento representa uma predominância de certos nutrientes e ou fitoquímicos, isto é, princípio ativo contido no alimento capaz de trazer benefícios e prevenções das doenças. Quanto mais cor houver no prato seu prato, mais tipos de substâncias que ajudam a combater os radicais livres vão ser ingeridas, pois cada alimento nos dá um tipo diferente de antioxidante. O ideal é que se atinja no mínimo de 3-4 cores diferentes nas refeições principais como café da amanhã, almoço e jantar. É importante evitar a monotonia das cores. Caso já tenha pego uma folha verde escura, não perca tempo se esforçando para pegar outra. Tente acrescentar cores e não quantidades no seu prato. Ao final da montagem do prato certifique-se que as cores estão variadas, além de mais nutritivo, as cores deixam o prato mais atrativo.

APROVEITE AO MÁXIMO: O morango é realmente uma excelente fonte de antioxidantes. Além de antocianina, ácido elágico e licopeno, essa fruta apresenta catequina e delfinidina, dois compostos fenólicos que potencializam a ação contra os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce das células. Não é à toa que, devido a esse time antioxidante, o morango é uma das frutas que mais favorecem o rejuvenescimento da pele. A catequina ainda auxilia no fortalecimento das defesas do organismo. Essa fruta é bastante rica em fibras solúveis, que auxiliam na redução do colesterol. Isso porque ao serem digeridas, essas fibras formam um gel que se liga às gorduras e as elimina junto com as fezes. Infelizmente, o morango é um alimento bastante perecível e dura entre 3 e 4 dias no máximo, quando armazenado em geladeira. Por isso, saber escolher bem na hora de comprar é essencial para evitar o desperdício. A cor alimento deve ter o tom vermelho bastante vivo, além das folhas bem verdes, e frutas com manchas escuras ou partes moles devem ser descartadas. Outra dica é não lavar o morango antes de colocar na geladeira, pois a fruta molhada apodrece com maior facilidade, lave somente na hora de utilizá-lo.vermelho

PODER ANTI-INFLAMATÓRIO: Mais conhecida por ser a fruta que enfeita o topo do bolo ou do sorvete a cereja, quando consumida fresca pode trazer muitos outros benefícios. Seus principais nutrientes são os ácidos naturais, como o salicílico, o succínico e o málico. O ácido salicílico possui potente efeito anti-inflamatório, tão importante que a substância é utilizada como um dos componentes de analgésicos. Já os ácidos succínico e málico eliminam toxinas do sangue e estimulam as glândulas digestivas. Assim como as outras frutas vermelhas, a cereja contém boas quantidades de vitamina C, que, junto com o ferro presente é uma grande aliada no combate à anemia. O ferro ainda auxilia no armazenamento e transporte de oxigênio dentro da célula. Pra terminar, o cálcio, que participa da formação e manutenção da massa óssea do corpo, e a vitamina A, que mantém a saúde da pele e dos olhos, são mais alguns dos nutrientes que a cereja apresenta.

PELE REJUVENESCIDA: Característica das estações quentes, a amora é uma fruta pequena, de sabor bem adocicado e com uma coloração que varia entre o vermelho e o preto. É uma importante fonte de silício, mineral que estimula as proteínas de sustentação (colágeno e elastina), dando firmeza e tonicidade à pele. Por isso o mineral, junto com os antioxidantes da amora, favorece o rejuvenescimento do corpo. Por conter bastante potássio, sua utilização como tônico muscular nas práticas esportivas vem crescendo. Isso porque esse mineral tem papel importante para o relaxamento muscular, promovendo a dilatação dos vasos e melhorando o fluxo sanguíneo, além de ser essencial para a conservação do equilíbrio ácido/base do organismo. A amora ainda possui boas doses de pectina, fibra solúvel que mantém a sensação de saciedade por mais tempo, combate a prisão de ventre e regula a absorção intestinal do açúcar proveniente dos alimentos, equilibrando as taxas de glicose. Por fim, seu suco quente ainda auxilia contra problemas na garganta, como rouquidão e inflamações.

FIBRAS PODEROSAS: A framboesa está entre as frutas mais ricas em fibras solúveis. Essas fibras, ao ajudarem na eliminação de gorduras, melhoram os níveis de colesterol no sangue, reduzem o risco da formação de cálculos biliares e retiram metais e toxinas indesejáveis do corpo, fazendo uma verdadeira faxina no organismo. Além disso, a fermentação dessas fibras por bactérias da flora intestinal permite baixar o pH desse meio, tornando-o mais ácido, o que é favorável para o desenvolvimento de boas bactérias e melhoria da flora. Entre outros nutrientes presentes na fruta está o manganês. Esse mineral é necessário para o crescimento e desenvolvimento dos ossos, atua na saúde dos nervos e na normalização do nível de açúcar no sangue. Além do manganês, a vitamina C, presente em grande quantidade na framboesa, também favorece as defesas do organismo, melhorando a resistência do corpo contra infecções.

HIDRATAÇÃO PARA O ORGANISMO: A melancia tem 90% de água, essa grande quantidade faz da fruta uma ótima fonte de hidratação, principalmente depois de um exercício físico ou nos dias quentes de verão. Além disso, favorece a eliminação de líquidos retidos no organismo, combatendo os indesejados inchaços. A melancia também favorece vitaminas C e do complexo B, além de minerais como cálcio, ferro, fósforo. O fósforo faz parte da estrutura das membranas das células, além de ser essencial à transmissão de impulsos nervosos e armazenamento e liberação de energia. Apesar de ser pouco calórica (cada fatia pequena tem 33 calorias, tornando-a ótima opção para cardápio de uma dieta), a melancia concentra grande quantidade de frutose, um tipo de açúcar de fácil digestão que pode elevar o nível de glicose no sangue rapidamente. Por isso, quem sofre de diabetes deve ficar de olho na quantidade consumida dessa fruta. Na hora de comprar, prefira sempre a melancia inteira. Quando fatiada, contato com o ar oxida parte de seus nutrientes, diminuindo seus benefícios. Além do mais, o manuseio da fruta cortada pode aumentar o risco de multiplicação de micróbios.

BARREIRA CONTRA O CÂNCER: Além do ácido elágico, a romã conta com os benefícios de mais dois tipos de ácidos: o gálico e o proto catequínico. Juntos, eles barram moléculas que danificam as estruturas das células que podem causar câncer, afirmam um estudo pela Universidade de São Paulo (USP), que também atribui aos ácidos elágico e gálico o poder de proteger as paredes internas das artérias, reduzindo as chances de ocorrer problemas cardiovasculares, como infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral). Outros nutrientes, como potássio e vitaminas A e B9, mais conhecidas como ácido fólico, também são encontrados na fruta. A vitamina A mantém os olhos protegidos contra infecções, trabalham para a saúde da pele, evitando manchas e garantindo um bronzeado mais bonito, e é importante para o bom funcionamento do sistema imunológico. O ácido fólico é essencial para o desenvolvimento do sistema nervoso do bebê desde o início da gestação e, por isso, deve ser consumido antes mesmo da mulher engravidar. As cascas da romã ainda produzem um chá com efeito vermífugo e anti-inflamatório.

Por que colocar alimentos vermelhos na dieta? Além de todos esses benefícios, o licopeno elimina do organismo todas as toxinas acumuladas e evita que elas prejudiquem o metabolismo e a renovação celular, auxiliando inclusive no emagrecimento, pois alguns são diuréticos, que combatem a retenção de líquidos e reduzem o inchaço, outros são termogênicos, que aceleram o metabolismo e outros ainda são ricos em fibras solúveis, que melhoram o funcionamento do intestino e promovem maior sensação de saciedade.

ALIADA DO PESO: Além de trazer muitos benefícios à saúde, a goiaba pode ser uma ótima aliada na perda de peso. Isso porque possui apenas 54 calorias a cada 100g e é repleta de fibras da polpa até a casca. Como esses nutrientes demoram mais para serem digeridos, acabam prolongando a sensação de saciedade e mantêm a fome longe por mais tempo. As fibras ainda melhoram o funcionamento do intestino e contribuem para a regulação dos níveis de colesterol e glicose do sangue. A concentração de vitamina C na goiaba é uma das maiores entre os alimentos, porém, sua versão branca contém maior quantidade que a vermelha. Esse nutriente não só fortalece a imunidade e auxilia na cicatrização, como também é antioxidante, atuando contra a ação dos radicais livres no organismo. A fruta também possui razoáveis concentrações de vitaminas do complexo A, B2 (riboflavina) e a B3 (niacina). A riboflavina melhora a absorção de carboidratos, proteínas e lipídeos, sendo peça importante na produção de energia. Já a niacina participa da formação de neurotransmissores, incluindo a serotonina, responsável pela sensação de bem-estar e relaxamento.

Fique atento aos benefícios de cada cor: Os alimentos laranja (cenoura, abóbora, batata doce, manga, tangerina), são ricos em vitamina A, vitamina C, betacaroteno assim como alguns fitoquímicos chamados de bioflavonoides, excelentes no auxílio de retenção hídrica e nos processos inflamatórios. A vitamina C atua como antioxidante e ajuda na síntese do colágeno da pele. Já os amarelos são ricos em vitamina A e antioxidantes como betacaroteno e luteína. Eles são ótimos para ajudar na manutenção dos tecidos e dos cabelos, além de beneficiar a visão noturna e aumentar a imunidade do organismo. A vitamina C também está presente nos alimentos amarelos, e atua como antioxidante e ajuda na síntese do colágeno da pele. Dos alimentos amarelos, podemos destacar o abacaxi, ameixa, caju, carambola, damasco, mamão, milho, pimentão amarelo, melão, limão e fruiteira. O pimentão, tomate, beterraba, repolho roxo, maçã, morango, uva vermelha, melancia e cereja estão na classificação dos alimentos vermelhos e apresentam antioxidantes como o licopeno e a vitamina C. Ainda apresentam flavonoides, que são fitoquímicos antioxidantes que ajudam a prevenir as doenças crônicas como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares.

Os alimentos vermelhos atuam na proteção contra diversas doenças e o stress. Além dos citados acima, podemos destacar também o caqui, framboesa, goiaba, pitanga e romã. Para o espinafre, uva verde aspargos, brócolis, repolho, escarola e kiwi, que são os alimentos verdes, destaca-se a quantidade de clorofila, que é um potente energético celular, betacaroteno e luteína, ambos antioxidantes, folatos, vitaminas C e E, cálcio, ferro e potássioOutros alimentos:  além dos citados acima que podem ser destacados são: a acelga, alface, repolho, salsa, agrião, chicória, couve, rúcula, pimentão verde, manjericão, abacate, abobrinha, quiabo, vagem, ervilha, limão e pepino. Por fim, temos os alimentos brancos, que são ricos em substâncias anti-inflamatórias, antifúngicas e antitumorais (protegem contra cânceres). Além disso, possuem substâncias como os compostos organofosforados. Os alimentos que podem ser destacados são o alho e a cebola, que são da família das liláceas.

Benefícios da Dieta dos Alimentos Vermelhos: Essa dieta possui ricos nutrientes, onde os mesmos estabelecem bem estar e promovem resultados satisfatórios. Essa cor de alimentos oferecem vantagens, pois as propriedades de ações antioxidantes são especiais, elas aparecem na maior parte do alimento e por isso o corpo pode estar bem protegido e o funcionamento do organismo é garantido. Além desses belos benefícios podemos contar com a redução do inchaço, ele ajuda a trazer mais saciedade ao corpo o que impede que possamos ter o desejo incontrolável de comer doces. Eles atuam também para combater o envelhecimento precoce, então as pessoas podem ter a pele mais bela e o colá frutas-vermelhasgeno protegendo contra as temidas celulites. Os seus nutrientes e vitaminas apresentados são ótimos e anti-inflamatórios, o que mantém o corpo por mais tempo com disposição e saudável.

Com Fazer a Dieta dos Alimentos Vermelhos: Essa dieta como o próprio nome já diz, é realizada por meio de frutas, legumes e todos os alimentos que sejam vermelhos. No dia a dia podemos consumir as frutas como melancia, morangos, cerejas, framboesas, amoras dentre outras, elas podem ser adicionadas á dieta in naturas, ou como sucos, shakes, com linhaça, iogurtes e outras formas, mas não podemos esquecer também de ingerir nas refeições os tomates, pimentas, pimentões e outros mais, eles assim como também os nutrientes roxos apresentam composições de vitaminas parecidas, e elas são responsáveis em ajudar a elevar a qualidade de vida das pessoas. É sempre bom lembrar que mesmo fazendo essa dieta é importante consumir outros nutrientes legumes e verduras assim como as frutas de cores verdes, alaranjados, roxos, rosa e outras mais, pois uma alimentação balanceada é tudo de bom!

Lista dos Alimento Vermelhos e seus benefícios

Uvas vermelhas: Se busca uma lista de alimentos vermelhos para um coração saudável, as uvas vermelhas sem dúvidas entram na lista. As uvas vermelhas ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL), melhoram a função dos vasos sanguíneos, reduzem a pressão arterial e inclusive previnem o dano muscular do coração.

Maças vermelhas: As clássicas maças vermelhas são maravilhosamente ricas em vitamina C e potássio. Também tem um alto conteúdo de fibras solúveis chamada pectina, que melhora o nível de colesterol bom. Também ajuda a eliminar o colesterol ruim do nosso corpo, combatendo assim muitas doenças do coração.

Morangos: Os morangos contêm fito-nutrientes que dá aos morangos suas propriedades anti-inflamatórias e saudáveis para o coração. Também protegem o coração ajudando na gestão do nível de açúcar no sangue e eliminando o colesterol ruim do corpo.

Pimentão vermelho: Os pimentões vermelhos contêm uma alta quantidade de vitamina B6 e ácido fólico, que ajuda a reduzir o risco de endurecimento das artérias, chamado de aterosclerose. Contêm também licopeno, reduz os níveis de LDL e são extremamente ricos em potássio.

Tomates: O pigmento vegetal chamado licopeno, que é o responsável pela cor vermelha do tomate, tem grandes propriedades antioxidantes. Os estudos demonstraram que o consumo diário de tomates pode reduzir o risco de certas doenças coronárias e melhorar a saúde do coração ao reduzir os níveis de LDL.

Caqui: devido ao seu alto teor de fibras, o caqui auxilia no bom funcionamento intestinal. Fonte de fósforo, cálcio e sódio, além de betacaroteno (provitamina A) que tem ação antioxidante.

Melancia: ao contrário do que muitas pessoas pensam, a melancia não é uma fruta pesada, de difícil digestão. Ela tem grande quantidade de água, o que faz com que seja um excelente diurético. Combate a ação dos radicais livres graças a duas substâncias, a glutationa e o licopeno. Contém em sua composição fósforo, ferro e cálcio e vitaminas do complexo B,

Cereja: a fruta oferece proteção contra doenças cardiovasculares devido a quantidade de flavonoides presente nela. Também fonte de vitaminas A e C, e de fibras solúveis, que auxiliam no bom funcionamento do intestino e ainda colaboram com a redução dos níveis de colesterol.

Pimenta: em especial as vermelhas, são boas fontes de vitamina A e C. Contém também bioflavonoides que podem ajudar na prevenção de alguns casos de câncer; e capsaicina que pode atuar como anticoagulante, auxiliando na circulação sanguínea.vermelho-dieta

Framboesa (100 gramas – 56 kcal): Princípio emagrecedor – É diurética e ajuda a controlar a vontade de comer doces. Principais nutrientes – Vitaminas A, B1, C e niacina, cálcio, fósforo e ferro. Outros benefícios – protege o fígado e a vesícula biliar e previne desordens da menstruação, úlceras, reumatismos e hemorroidas

Goiaba vermelha (100 gramas – 56 kcal): Princípio emagrecedor – É rica em fibras solúveis, que aceleram o trânsito intestinal, amaciam as fezes, aumentam o bolo fecal e promovem mais evacuações. Principais nutrientes – Vitaminas C, B1, B2, A e niacina, potássio, cálcio, ferro e fósforo. Outros benefícios – Aumenta a resistência orgânica contra infecções.Calorias em 100 gramas – 56 kcal

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: