Scroll Top

Dicas de Saúde

11 Formas de Combater Odor Natural do Corpo

Alguns cientistas acreditam que o odor do corpo como apêndice, seja um vestígio do processo de evolução humana. Ou seja, os odores que desprendemos de certas partes do corpo, sobretudo das axilas e virilha, talvez tenha servido para anunciar nossa sexualidade. “Naturalmente”, ele qualquer tenha sido sua utilidade em tempos remotos, é hoje particularmente questionável para o homem moderno.

Sobre essa última questão há pouco desacordo entre os médicos e qualquer pessoa, mesmo leiga no assunto. Se quiser ganhar amigos, e influenciar pessoas, não pode ter mau cheiro.odor

Seria possível dizê-lo de modo mais singelo? Damos aqui algumas para você sair cheirando como uma rosa

O banho. A forma mais elementar de afastar o odor do corpo é tomar um banho, mas o senhor banho: esfregando com água e sabonete e sobretudo as partes do corpo mais propensas as odores fortes como a axila e a virilha, aviso os dermatologistas. O odor do corpo é quase sempre causado por uma combinação de transpiração e bactérias, explica os médicos. Ambos são eliminados pelo escovar-se com água e sabão.

Os melhores sabonetes são os desodorizantes que impedirão o retorno das bactérias. A frequência desse banho depende da bioquímica de cada um das atividades, do estado de espírito e da época do ano. Se não tiver certeza se os seus banhos são suficientes, pergunte a algum amigo ou amiga. Lembre-se que as glândula sudoríparas  e as bactérias trabalham de dia e de noite, o que talvez significa que você precise de um banho pela manha e outro à noite.

Lavar mais do que o corpo. Você pode lavar-se até a pele ficar enrugada, mas continuará cheirando mal se as roupas não estiverem limpas. Sete dias com uma mesma camisa é forma certa de ofender outras pessoas. Com que frequência trocar de camisa? Depende de cada um. A troca diária basta, para maioria. Mas no verão, talvez convenha trocar mais de um vez ao dia.

Dar preferência aos tecidos naturais. Tecidos como algodão absorvem melhor a transpiração do que os sintéticos. O suor absorvido fica livre para evaporar.

Banque o médico. Ás vezes, quem transpira muito e tem tendência a cheira mal, sente que o banho não resolve o problema. Nesse caso experimente algum produto cirúrgico anti-bacteriano, vendido sem receita médica. Consulte o farmacêutico para localizá-lo.

Antitranspirantes. Os desodorantes comerciais são eficazes em mascara o odor axilar na maioria das pessoas. Deixam os resíduos químicos que matam as bactérias causadores do odor. Se você tiver um problema de mau cheiro já conhecido de amigos e inimigos talvez necessite de um antitranspirante. “São medicamentos”, que reduzem a transpiração. É preciso lembrar que os desodorantes comuns não inibem a transpiração.

Não se irrite. Se não conseguir usar um desodorante ou antitranspirante sem desenvolver erupção, bom tentar um creme anti-bacteriano tópico, vendido em farmácias. “Tem o mesmo efeito dos desodorantes sem qualquer perfume irritante”.

Desodorante francês. Outra opção, se não tolerar os desodorantes comuns e os antitranspirantes. Feito de sais minerais, cristalizados, ajuda a manter as bactérias sob controle sem irritar a pele.

Sabonete de pinho. O sabonete de pinho usado por caçadores mascara o odor humano e deixa a pessoa “cheirando como pinhal”. Mas se não agradar o sabonete de pinho, use de glicerina.

Atenção à alimentação. Os extratos de proteína e os óleos de certos alimentos e condimentos permanecem nas excreções e secreções do corpo durante horas após refeição e podem emitir odores. Encabeçam a lista o peixe, o cominho, o curry, e o alho.natural

Manter a calma. “A excitação sexual, as ansiedade ou, nervosismo fazem transpirar mais”. Se antecipar a situação que provavelmente o perturbe, por mais que medite ou pratique a respiração profunda, procure usar uma dose extra de desodorante pela manhã.

Um velho truque. Você já tentou quase tudo e nada adiantou? Talvez não tenha tentado tudo. Um remédio folclórico usado em cães fedorentos é o suco humanos.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: