Scroll Top

alimentos amarelo colesterol dicas Dicas de Saúde exóticas farinha farinha de maracujá Frutas

5 Benefícios da Farinha do Maracujá para Colesterol

Ainda pouco conhecida, a farinha de maracujá tem tudo para ganhar mais adeptos, já que além de ser uma excelente fonte de fibras, ela ainda colabora para o processo de emagrecimento e atua no controle dos níveis de açúcar no sangue. Na prática, estes benefícios da farinha da casca do maracujá significam que o seu consumo regular pode emagrecer e reduzir o risco de diabetes do tipo 2. Esta é uma ótima notícia para quem está acima do peso, já que a farinha de maracujá é fácil de fazer e se encaixa em uma série de receitas saudáveis.

Para que Serve a Farinha de Maracujá?
Além de ser uma ótima fonte de fibras, que melhoram o funcionamento do sistema digestivo, a farinha obtida a partir da casca do maracujá pode auxiliar no emagrecimento e na redução da glicemia e das taxas de colesterol na circulação.

Benefícios da Farinha da Casca do Maracujá: O consumo de somente duas colheres de farinha de maracujá já é suficiente para obter os principais benefícios do alimento. Saiba quais são eles:farinha-maracuja

É fonte de nutrientes importantes: Duas colheres de farinha de maracujá já são suficientes para fornecer 74% das necessidades diárias de fibra alimentar – são 18 g do nutriente em uma porção de 30 g da farinha. A mesma porção fornece ainda 1,8 g de proteínas, 0,7 g de gorduras e 6,4 g de carboidratos. A farinha da casca do maracujá é ainda fonte de nutrientes importantes como a pectina (fibra solúvel que, como veremos a seguir, é responsável por boa parte das propriedades da casca do maracujá), niacina (vitamina B3, essencial para o metabolismo celular), cálcio, ferro e fósforo. Juntos, esses nutrientes trazem diversos benefícios da farinha da casca do maracujá e o fazem um alimento nutritivo que pode ser utilizado para enriquecer diversas receitas.

Farinha de maracujá ajuda a emagrecer: Inicialmente voltada para pessoas que precisavam controlar a glicose sanguínea, a farinha de maracujá ganhou destaque como auxiliar do emagrecimento graças à sua atuação no metabolismo das gorduras e no processo de saciedade. A farinha de maracujá contém uma alta concentração de pectina, um tipo de fibra solúvel (que forma a parede das células vegetais) que ao entrar em contato com líquidos no estômago forma uma espécie de gel e retarda o esvaziamento gástrico. Como resultado, o cérebro recebe um sinal de que o corpo já está saciado e não precisa de mais alimentos. Além disso, quando chega no intestino, a farinha de maracujá dificulta a absorção de carboidratos e gorduras, facilitando sua rápida eliminação. E ao controlar a glicose sanguínea, a farinha da casca do maracujá impede a liberação de uma quantidade excessiva de insulina, hormônio que reduz o metabolismo e promove o acúmulo de gordura. Como a farinha de maracujá é ainda relativamente pouco conhecida fora do Brasil, são poucos os estudos a seu respeito. Em um deles, desenvolvido pela Universidade da Paraíba, 17 mulheres consumiram farinha de maracujá durante 70 dias. Ao final do estudo, todas perderam peso – algumas atingindo a impressionante marca de 8 kg eliminados durante o período.

Controla a Glicemia: Quando um alimento libera açúcar de maneira muito rápida (pense em uma colher de mel, por exemplo), o pâncreas se vê obrigado a enviar para a circulação uma grande quantidade de insulina, a fim de enviar esse açúcar (glicose) para dentro das células. O que muitas vezes acontece, no entanto, é que os tecidos e órgãos vão ficando cada vez menos sensíveis à insulina, o que faz com que o pâncreas libere uma quantidade ainda maior do hormônio. E assim tem início um quadro de diminuição da sensibilidade à insulina, que pode resultar no diabetes tipo 2. Além dos evidentes efeitos negativos da diabetes, os picos de glicose ainda têm o efeito colateral de causar picos de fome, pois o hormônio em excesso na circulação envia uma mensagem para o cérebro pedindo mais alimento (preferencialmente algo rico em carboidratos refinados), e aí você se vê naquela situação de ter acabado de comer um doce e estar com fome novamente. A fibra da casca do maracujá (em especial a pectina) retarda a liberação de glicose na corrente sanguínea, diminuindo assim a quantidade de insulina necessária para o seu metabolismo. Isso significa que entre os benefícios da farinha da casca do maracujá estão auxiliar tanto no controle como na prevenção de diabetes, uma vez que diminui a resistência à insulina.

Diminui as taxas de colesterol: No mesmo estudo realizado pela Universidade da Paraíba, em que pesquisadores observaram a perda de peso nas participantes que consumiram a farinha de maracujá por 70 dias, foi também observada uma redução significativa dos níveis de colesterol das participantes. No início do estudo, todas as voluntárias apresentaram colesterol alto, mas o mesmo apresentou-se menor ao final da pesquisa. Para os pesquisadores, isso ocorre porque a pectina se liga ao colesterol ruim (LDL), facilitando sua eliminação no final do processo digestivo.

Melhora o funcionamento do Intestino: Você provavelmente já sabe que deve consumir pelo menos 25 gramas de fibras diariamente para manter o bom funcionamento do intestino, mas com a vida corrida muitas vezes não dá tempo de preparar legumes e verduras todos os dias – e ainda por cima consumir 5 porções diárias de fruta.
Para estes dias, há também benefícios da farinha da casca do maracujá, pois ela fornece fibras que auxiliam na eliminação de toxinas e previnem a constipação tão comum nos dias de hoje. Outra propriedade importante da fibra do maracujá é a sua atuação na parede intestinal: como não é digerida, a fibra passa por um processo de fermentação ao chegar ao intestino, servindo assim como uma ótima fonte de nutrientes para as bactérias que auxiliam nossa digestão. Para obter todos estes benefícios da farinha da casca do maracujá, não se esqueça de consumi-la sempre com bastante água.

Como Fazer: Você pode encontrar a farinha de maracujá na seção de produtos diet do supermercado, ou então em casas de produtos naturais. Se preferir, você pode fazer a farinha em casa. Saiba como fazer aqui:

Ingredientes:

5 cascas de maracujá.

Modo de Preparo: Higienize a casca dos maracujás; Leve as cascas para assar em forno branco. Deixe até que que estejam secas e quebradiças. Desligue o forno e deixe esfriar; Bata as cascas secas no liquidificador ou processador, até que se transformem numa farinha homogênea; Guarde a farinha em um recipiente seco e bem vedado.

Como Usar: Agora que você já sabe para que serve a farinha de maracujá, que tal acrescentar algumas colheres do alimento à sua alimentação semanal? Além de tomá-la em jejum com um pouco de água para manter a saciedade por mais tempo, você pode também acrescentar a farinha ao seu suco verde (para auxiliar na desintoxicação do organismo), sobre a salada de frutas, na tapioca, ao iogurte, ou mesmo utilizá-la para enriquecer pães, bolos e tortas.
Uma colher de farinha de maracujá uma hora antes de cada refeição (sempre acompanhada de um copo de água mineral) poderá ajudá-lo a controlar o apetite e reduzir a quantidade de alimentos consumidos na próxima refeição.
Para quem tem dificuldades para dormir à noite, uma colher de farinha de maracujá pode ajudar a relaxar e acalmar a mente, favorecendo a chegada do sono. De maneira semelhante, consumir um pouco de farinha de maracujá em momentos de estresse fará com que você se sinta menos propenso a descontar tudo em cima da comida – principalmente dos doces.

Receitas com Farinha da Casca do Maracujá
Confira abaixo algumas receitas leves e saudáveis para aproveitar os benefícios da farinha da casca do maracujá:

Tapioca Leve

Ingredientes:
2 colheres de sopa de farinha de tapioca;
1 colher de farinha da casca do maracujá;
2 claras;
1 tomate picado sem sementes;
1 colher de cebolinha picada;
Sal e orégano a gosto;
1 colher (de café) de azeite.

Modo de Preparo: Em uma tigela misture a farinha de tapioca, um pouco de sal e a farinha de maracujá; Leve a mistura ao fogo em uma frigideira bem quente. Não se esqueça de virar assim que começar a grudar; Em outra panela refogue o tomate, a cebolinha e as claras. Tempere com orégano e sal; Recheie a tapioca com as claras mexidas e feche.

Suco Desintoxicante com Farinha de Maracujá: O suco abaixo é excelente para aqueles dias em que você sente que está precisando desintoxicar o fígado e acelerar a eliminação de toxinas que possam estar atrapalhando sua relação com a balança.
Ingredientes:

  • 1 maçã verde com casca;
  • 1 colher cheia (10g) de farinha da casca do maracujá;
  • 300 ml de água mineral;
  • 1 folha de couve;
  • Suco de ½ limão;
  • Folhas de hortelã a gosto.

Preparo: Bata tudo no liquidificador e sirva em seguida; Como o suco tem função desintoxicante, evite adoçá-lo com açúcar ou adoçante. Em último caso, utilize um pouquinho de mel.maracuja-farinha

Ingredientes

Receitas

  • 3. Pão integral com Farinha de Maracujá
  • 2 copos de farinha de trigo integral;
  • ½ copo de farinha de centeio;
  • ½ copo de farinha de aveia;
  • 4 colheres de farinha de maracujá;
  • 250 ml de água (o suficiente para dar ponto na massa);
  • 2 colheres de azeite extra-virgem;
  • 2 colheres de sementes de linhaça;
  • 1 ovo;
  • 2 ½ colheres (de chá) de fermento biológico seco instantâneo;
  • 2 colheres de açúcar mascavo;
  • 1 colher (de café) de sal.

Modo de Preparo: Em um recipiente grande, misture bem todos os ingredientes secos; Acrescente os demais ingredientes e incorpore até formar uma massa homogênea; Deixe a massa crescer por 30 minutos; Modele o pão e deixe crescer novamente por mais 20 minutos; Leve para assar em forno médio por aproximadamente 45 minutos- ou até que o interior esteja seco.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: