Scroll Top

Doenças e Tratamentos

9 Dicas para se Conter a Tosse Bronquite

Começa por uma comichão desagradável. Uma mão invisível esfrega uma pena no fundo de sua garganta. Em seguida começam os roncos e as sibilâncias na cavidade torácica. De repente, o vulcão em seus pulmões entra em erupção: durante os minutos seguintes, tossindo repetidamente, você dá vasão a uma expectoração abundante, a lava de seus pulmões. Você tem bronquite. Ou melhor, ela o tem. É ela quem domina a situação e pouco podemos fazer para nos livrarmos do problema. A bronquite é diferente do resfriado comum sob vários aspectos. Costuma ser causada por vírus. “Os antibióticos não ajudaram muito. Ás vezes, porém, o processo é causado por bactérias e, nesse caso, os antibióticos funcionam”. A bronquite aguda “quase sempre cede de modo espontâneo em uma ou duas semanas”, afirma a médica. Mas nos casos crônicos os doentes podem ficar apresentando tosse e sibilâncias durante meses. Embora se deva deixar o processo mórbido na sua evolução natural, há coisas que se pode fazer para aliviar o quadro.tossa-tossa

Deixar de fumar. O mais importante, sobretudo em caso crônico. Basta renunciar ao hábito para que se aumente a chance de se ficar livre do problema, e de forma extraordinária: Noventa a 95% dos casos se devem diretamente ao tabagismo. A bronquite melhora quando se deixa de fumar. Para quem fuma há muito tempo, uma parcela das lesões pulmonares podem já ser irreversível, porém “quando menos anos de fumo, maior a chance de recuperação completa”.

O fumante passivo. Evitar as pessoas que fumam, ,e se o seu cônjuge fumar, faça-o renunciar ao hábito. A fumaça do cigarro dos outros pode lhe causar bronquite. “É preciso evitar a fumaça dos cigarros”. Mesmo quando não se fuma e se está exposto á fumaça, pode-se contrair bronquite na condição de fumante passivo.

Líquidos em abundância. “Ao se beber líquidos em abundância, consegue-se tornar as mucosidades mais aquosas e fáceis de expelir”, assegura o médico. “Quatro a seis copos grandes de líquido por dia darão excelente resultado”. Os mais convenientes são os líquidos mornos ou a água pura. “É bom evitar os que contém cafeína e as bebidas alcoólicas”, acrescenta ele. “São diuréticos: fazem a pessoa urinar mais e perder mais líquido do que ganha.

Ar ambiente quente e úmido. O ar ambiente quente e úmido também ajuda a vaporizar as mucosidades. “Quando a expectoração é espessa ou difícil de expelir, o uso de vaporizador ou umidificador ajuda a soltar as secreções. Você pode também se trancar no banheiro, ligar o chuveiro e respirar o vapor quente que ali se acumula”.

Instalação de vapor. Recomenda-se encher a pia de água quente. Debruçar-se sobre ela e cobrir a cabeça com uma toalha, formando uma tenda. Inalar o vapor durante 5 a 10 minutos, de duas em duas horas”.tossa

Não esperar muito dos expectorantes. “Não há prova científica de que algum medicamento seque as mucosidades”. O emprego de líquidos em abundância é a melhor forma de se expelir as secreções.

Atenção á tosse. Sua tosse é produtiva ou seca? “Em caso de tosse produtiva com produção de escarro é preciso expelir as secreções e não se deve suprimi-la completamente para que os pulmões consigam se livrar do que desejam.

Controlar a tosse seca. Por outro lado, quando ao tossir nada se expele, convém tomar algum medicamento para suprimir a tosse. Recomenda-se os que contenham o ingrediente ativo dextrometorfan.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: