Scroll Top

Dicas de Saúde

Como Tratar a Febre Reumática Quando a Tempo

Infecções mal curada podem desencadear a doença.

Inflamação mal curadas, como faringites e amidalites, podem colaborar para o surgimento da febre reumática, doença inflamatória que se desenvolve após uma infecção. “Febre reumático é nome de uma doença que acontece geralmente, crianças. O problema se caracteriza por dores articulares e envolvimento cardíaco”.  A doença desenvolve-se principalmente, até os 15 anos. “Ela não ocorre primeiramente na vida adulta. Quanto mais jovem o paciente, maiores são chances de sequelas graves. coraç

Complicações e tratamento. “A principal complicação da febre reumática é a lesão nas válvulas do coração. A mais acometida é a válvula mitral, que pode se tornar muita aberta (insuficiente) ou muito fechada (estenose). Os profissionais ainda explicam que as lesões valvulares mais graves precisam de cirurgia cardíaca, e se não tratadas, podem evoluir para insuficiência cardíaca que é quando o coração sente dificuldades em bombear sangue o suficiente para o restante do corpo. Dores crônicas nas articulações e a atropatia de Charcot (doença progressiva do músculo-esquelético, que ocasiona luxações, fraturas patológicas e deformidade debilitantes) também são complicações, mas que ocorrem com menos frequência. O tratamento da febre reumática varia de acordo com órgão acometido, mas os antibiótico devem ser utilizados para eliminar a bactéria causadora da doença. Para o tratamento da febre e da inflamação e dor nas articulações devem ser usado anti-inflamatórios. As manifestações cardíaca podem precisar de terapia corticoide e os sintomas neurológico necessitam de uso de anticonvulsivantes.

Sintomas:

Entre os principais sintomas da doenças estão.

Dor abdominal

Febre baixa

Sopro cardíaco, se as válvulas do coração estiverem comprometidas

Dor na articulaçõesreumát

Atrite (principalmente nos joelhos, ombros, tornozelos punhos)

Inchaço, vermelhidão ou calor nas articulações

Falta de ar

Sagramentos no nariz

Nódulos cutâneos

Para que as inflamações evoluam para febre reumática, é preciso que a criança tenha predisposição (herança genética) para desenvolver a doença.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: