Scroll Top

saúde mental

Entenda Relação Entre Saúde Física e Mental

Entenda a relação entre saúde física e mental

Que as doenças reumáticas podem ser causadas por fatores genéticos, traumatismos e alguns hábitos adotados no decorrer da vida- como movimentos repetitivos-, você já viu nesta edição. Porém, o estado emocional também pode funcionar como um gatilho para o desenvolvimento – e até agravar as crises – de algumas dessas doenças, como artrite e fibromialgia. “As posturas comportamentais e mentais, refletidas no corpo físico, como a pouca flexibilidade. exercem forte influência, já que o corpo responde na mesma medida por meio de doenças como artrose, artrite e outras”.mental

E vice-versa! Não somente as questões emocionais podem influenciar no aparecimento das doenças reumáticas, mas o inverso também pode acontecer, já que a relação da saúde psicológica com a saúde física é uma via de mão dupla. “As dores crônicas esgotam os  níveis de endorfina e fazem com que o indivíduo entre em processo de depressão. A falta dessa substância provoca uma reação em cadeia no cérebro e esgota outras substâncias que controlam as emoções, em uma região do cérebro conhecida como giro do cíngulo. Isso afeta o hipotálamo e, consequente, o controle sobre a glândula hipófise, que controla todo o metabolismo”.

Ajuda profissional. Seja visando a prevenção ou o tratamento das doenças emocionais, fazer terapia pode auxiliar. “Por meio do autoconhecimento é possível atingir uma percepção melhor de si próprio. Neste caso, o auxílio de um terapeuta é de grande valia e poderá ajudar o indivíduo a caminhar para uma vida mais feliz e harmoniosa”, não significa que o paciente não deva procurar um médico reumatologista para investigar as causas e a necessidade de medicamento, mas estudar a possibilidade de associar os dois tipos de tratamento – medicamentoso e psicológico.Alcohol abuse

” Ao começar a sentir insônia, conflitos pessoais (e com os outros), irritação ou sintomas depressivos é indicado procurar um profissional da área psíquica”.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: