Scroll Top

Doenças e Tratamentos

Infarto do Miocárdio – o que é, Causas e Tratamentos Naturais

Infarto do miocárdio pode ser simplificadamente definido como a morte de uma parte do coração devido á interrupção do fornecimento de oxigênio ocasionado por bloqueio circulatório, geralmente por causa de trombos e/ou ateromas. Quanto maior e mais nobre a área atingida, maior a gravidade.

Causas:infaro

O entupimento de uma artéria do coração por coágulo e/ ou por gordura interrompe o fluxo sanguíneo. O infarto do miocárdio é o ponto final de uma longa trajetória de agressões á saúde. Alimentação incorreto, fumo, álcool, estresse, obesidade e pressão alta são os grandes vilões das doenças cardio-circulatórias ligadas á aterosclerose, que hoje matam como nunca. São campeãs de mortalidade. O “derrame” cerebral pertence á mesma “quadrilha” assassina.

O infarto pode ser grave a ponto de determinar falência cardíaca e óbito. Em muitos casos, a vítima não tem, aos primeiros sinais, consciência de que esta sofrendo um ataque cardíaco, e perde precioso tempo. Dali a algumas horas, pode estar morta. Os primeiros sinais de um possível ataque do coração precisam ser verificados a tempo. Muitas vidas se perdem desnecessariamente por falta de esclarecimento sobre esse assunto.

Nalguns casos o infarto bate violentamente, de modo inconfundível, com dor insuportável no peito, suores intensos, angústia, vômitos e sensação de morte iminente. Mas as últimas pesquisas mostram que, em muitos casos, ele pode vir de mansinho. Os primeiros sinais podem até produzir certa confusão com qualquer outro problema. São eles: Dor no peito, que pode ser ligeira. Costuma melhorar com o repouso, á semelhança da angina. Ás vezes há só uma sensação de aperto, desconforto, pressão ou volume no peito, que dura alguns minutos e volta em seguida. Ao voltar o desconforto ou a dor, costuma vir mais forte.

Desconforto ou dor nos dentes, na mandíbula, no braço esquerdo geralmente ou nas costas. Tonteira, transpiração, desmaio, náusea, falta de ar, fadiga. Muitos confundem o ataque do coração com mal-estar digestivo, que envolve azia. Para ajudar a diferenciar um do outro, responda ás seguintes perguntas:

1 — .A dor ou desconforto vem do meio do peito?

2–.Vai e volta?

3–.Aumenta de intensidade?

4–.Se você faz qualquer esforço a dor aumenta, diminuindo quando descansa?

Respondendo sim a qualquer uma dessas perguntas, procure imediatamente socorro médico. Peça a alguém para levá-lo a um hospital, ou chame uma ambulância.

Sugestões naturais:

Hortaliças:miocardio

“Água de alho”. Amassar 2 dentes de alho e deixa-lo de molho em um copo de água durante 6 horas. Coar, e tomar 3 vezes ao dia. Ou tomar uma cápsula de óleo de alho, 2 vezes ao dia.

Berinjela– Tomar o suco diluído da berinjela, ou deixa-la de molho picada. Coar e tomar o líquido com o suco de 3 limões para um litro de água 3 copos ao dia. O suco de berinjela é particularmente útil quando o colesterol está alto.

Cebola — Comer a cebola em forma de salada e tomar uma xícara do suco 3 vezes ao dia.

Frutas: Laranja, mamão, maçã, pêra, e abacaxi — Substituir uma ou duas refeições diárias por laranjas, exclusivamente, de preferência o desjejum e o jantar, durante uma semana; na segunda semana, mamão; na terceira semana, maçã; na quarta, pêra; na quinta, abacaxi. Na sexta, repete-se o tratamento da primeira. Assim, alternar sucessivamente por 3 a 4 meses.

“Cura de limão”. Começar com um limão; 1 no primeiro dia; 2 no segundo dia, 3 no terceiro dia, e assim por diante, até 10. Depois, diminuir a dose na mesma escala até um limão. Assim, em 20 dias, faz-se a chamada “cura de limão”. Diluir os limões em água e tomar fracionadamente, ao longo do dia. Na gastrite e na úlcera, este procedimento é contra-indicado.

Plantas:

1 . Semana: Chá de tanchagem e sete-sangrias. Dose: três colheres, das de sopa, de plantas picadas para um litro de água, de 2 a 3 xícaras ao dia, durante uma semana.

2 . Semana: Chá de sete-sangrias e dente-de-leão. Dose: três colheres das de sopa, de plantas picadas para um litro de água, de 2 a 3 xícaras ao dia.

3 . Semana: Chá de sete-sangrias e chapéu-de-couro na mesma dosagem.

4 . Semana: Repetir a dose da primeira semana. Ir alternando, semana a semana, por três ou quatro meses.

 

 

 

 

 

 

 

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: