Scroll Top

Doenças e Tratamentos

Labirintite – o que é, Causas e Tratamentos Naturais

Labirintite é um distúrbio do ouvido interno ou labirinto que provoca principalmente vertigens e tonturas, ás vezes náuseas e vômitos. O labirinto, ou aparelho vestibular, tem duas funções básicas: audição e auxilio ao equilíbrio.

Causas:larahy

As causas mais conhecidas são: Primeira. Exposição a excesso de barulho. Segundo. Traumas de acidentes, que afetam o aparelho auditivo. Terceiro. Infecções do ouvido. Quarta. Certas viroses, como caxumba e sarampo. Quinta. Doença de Méniére (aumento do volume do líquido do labirinto, a endolinfa). Sexta. Certos problemas circulatórios e metabólicos. Sétimo. Drogas ototóxicas (tóxicas para o ouvido). Oitavo. Alergia. Nono. Tumores no ouvido ou no cérebro.

Nem sempre é fácil descobrir a causa da labirintite. Muitas vezes, reside em certos distúrbios metabólicos, que costumam ceder com o uso de vitaminas do complexo B. O diabete, a pressão alta, a arteriosclerose, o estresse, a insônia  e certos distúrbios hormonais podem esconder-se entre as causas de labirintite. O tratamento exige, logo de saída, o estudo das causas subjacentes. Pressão alta, diabetes, aumento do colesterol e arteriosclerose podem produzir alterações labirínticas e tontura. Tratando-se esses distúrbios, a tontura tenderá a desaparecer. A dieta deve ser natural, leve, nutritiva, sem açúcar e sem alimentos gordurosos.

Hortaliças:

Cenoura e salsão — Tomar um copo de suco de cenoura e salsão antes do almoço.

Frutas:ouva

Substituir uma refeição diária, de preferência o desjejum, por salada de frutas (maçã, pêra, mamão e banana), por uma semana. Depois, adotar este procedimento de desintoxicação dia sim, dia não.

Plantas:

O Gingko biloba contribui para melhorar a irrigação na cabeça, e é comumente receita contra o labirintite, juntamente com complexo B. Á venda em boas casas de produtos naturais. A dose deverá ser estabelecida por um especialista, situando-se entre 120 a 240 mg de extrato padronizado por dia.

Recomendam-se chás diuréticos aos que sofrem de síndrome de Méniére e pressão alta: folha de abacateiro, cavalinha, cabelo de milho, alfavaca, cana-do-brejo. Preparar um chá misto com duas ou três plantas. Dose:três colheres das de sopa, de plantas picadas para um litro de água, e tomar de 2 a 3 xícaras ao dia.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: