Scroll Top

Uncategorized

Laringite 16 Formas para curar o Problema

Você teve de esquecer aquele maravilhoso solo cantante que se manifesta todas as manhãs no chuveiro. A canção que mal conseguia sair da sua garganta parecia mais um grunhido do que uma ária. Você limpou a garganta e tentou novamente. Os sons que vinham lá do fundo podiam ser qualquer coisa, menos músicas. Se continuar assim, você ficará completamente sem voz. Gostaria de saber qual o seu problema? Más vibrações. Para  que a sua voz seja a sua voz, o ar exalado pela laringe, caixa vocálica comumente conhecida como pomo de Adão, tem de fazer vibrar as cordas vocais da forma correta. Quando estão inchadas ou apresentam alguma alteração (cicatricial, etc.) não vibram da forma correta, deixam o ar escapar. Mesmo a menor alteração de suas cordas pode deixar sua voz irreconhecível. As cordas contêm um feixe muscular central, diversas camadas de tecido conjuntivo e um revestimento mucoso. ” Uma alteração em qualquer uma dessas três camadas pode altera a vibração ideal dos tecidos”. Cujos pacientes englobam cantores de ópera e rock. A lesão pode ocorrer de várias formas. O mau emprego pode danificar temporariamente as cordas vocais. As infecções respiratórias e as reações alérgicas podem causar-lhes inflamação. Mesmo o ar seco pode fazer com que as mucosidades fiquem aderidas a elas. Qual o resultado de tudo isso ? Laringite.Para recuperar a voz, siga as recomendações de nossos especialistas.laringite

Não falar. Não importa o que tenha causado a laringite, o mais importante é dar descanso á voz. Procure ficar dois dias sem falar.

Evite cochichar. Se tiver de se comunicar com alguém, faça bilhetes. ” Ao cochichar, você exige das cordas vocais tanto quanto se estivesse gritando”.

Não tome aspirina. Se você perdeu a voz porque ficou gritando muito ontem á noite, provavelmente rompeu algum capilar. Por esse motivo, evite a aspirina, que aumenta o tempo de coagulação e nesse caso interfere no processo de cara.

Usar umidificador de ar. A mucosa que reveste as costas vocais precisar se manter úmida. Quando não está, o muco se torna pegajoso e aderente, um virtual papel pega-moscas para agentes irritantes. Combata o problema com um umidificador de ar frio.

Uso de vapor. O vapor pode também restaurar a umidade. Segure que você coloque a cabeça sobre uma tigela de água quente e respire o vapor durante 5 minutos, duas vezes ao dia.

Líquidos em abundância. é a favor de oito a dez copos de água por dia. Os sucos, e o chá com mel e limão.

Não usar gelo. Os melhores são os líquidos mornos. As bebidas frias podem simplesmente agravar o problemas.

Respirar pelo nariz. ” A respiração pelo nariz tem o efeito de umidificar naturalmente a laringe”,. ” As pessoas com desvio de septo respiram pela boca quando dorme. Assim expõem a voz ao ar seco e frio. Avaliar a maneira como se respira é um fator crítico para compreender a natureza da rouquidão”.

Lubrificar com olmo. “O chá da casca de olmo é bom lubrificante para a garganta”, “Ao bebê-lo, você não estará lubrificando as cordas vocais diretamente. Porque ao deglutir, a epiglote fecha-se sobre ela como um alçapão. Mas estará ingerindo mais água para ajudar as glândulas mucosas da laringe a lubrificarem naturalmente as coras”.

Pastilhas contra tosse. Escolha-as com critério. Evite as de menta e mentoladas. Fique com as de mel ou sabor de frutas.

Cuidados com o ar ambiente em aviões. Conversar num avião pode levar a problemas nas cordas vocais. Isso porque o ar pressurizado da cabine é muito seco. Para manter as cordas úmidas, respire pelo nariz. Masque chiclete ou chupe pastilhas, mas mantenha a boca fechada. Isso faz aumentar a produção de saliva.

Checar os medicamentos. Certos medicamentos prescritos podem ter acentuado efeito secativo, dizem nossos especialista. Se você não tiver certeza, verifique com o médico. Entre os responsáveis estão os anti-hipertensivos, os antitireoidianos e anti-histamínicos.

Não force a voz. Se o seu trabalho requer voz elevada  para ser ouvida, porque não a amplifica por meios mecânicos? “Muitas vezes, não usamos suficientemente os sistemas de amplificação para proteger a função vocálica”.

Respeitar a própria voz. Se você tiver de fazer uma apresentação e estiver rouco, melhor cancelá-la do que correr o risco da lesão crônica.

Considere o treinamento vocal. E se tem de falar muito, considere a hipótese de treinar um pouco a voz. Na voz não treinada, os músculos que suspendem a laringe exercem pressão uns sobre os outros. O treinamento da voz faz com que esses músculos trabalhem em equipe.laringe

Quando a laringite é risco de vida. Quando a perda da voz acompanha dor tão intensa que você tem dificuldade em deglutir a própria saliva, procure imediatamente um médico. O edema da região superior da laringe pode obstruir as vias respiratórias. Você deve também contactar o médico se tossir e expectorar sangue, ouvir ruídos na garganta ao respirar, ou perceber que o continuado repouso da voz não melhora a rouquidão. Quando a laringite persiste, pode indicar tumor da garganta. Em qualquer caso, consulte um médico se a sua voz não voltar ao normal em dois ou cinco dias.

 

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: