Scroll Top

Dicas de Saúde

O benefício do Gengibre contra Inchaço

Quando o problema é estufamento e inchaço, o gengibre entra no ringue para defender o bem-estar e o processo digestivo.

Excesso de sal, falta de líquidos e repetidas refeições que não favorecem a digestão são importante fatores para causar a famosa sensação de inchaço e estufamento abdominal ou problemas gastrointestinais e cardiovasculares.

Seja qual for a causa uma barriga estufada e pele rígida não fazem bem a ninguém. O desconforto, no entanto, pode ser amenizado (ou até mesmo contido) com escolhas alimentares mais saudáveis para o dia a dia – caso da raiz que dá nome á revista! “Uma boa dica é mistura o gengibre aos alimentos que propiciam a formação de gases para prevenir a sensação de incômodo. Além disso, o gengibre também tem efeito diurético, o que faz com que o inchaço diminua”. E sabia que tem até a celebridade apostando no suco com gengibre para conquistar saúde confira?

Alguém me explica? A sensação pode ser comum, porém pode ter causa distintas e afetar diferentes pessoas:

Retenção hídrica: é comum em pessoas que tem o hábito de salgar demais a comida ou consumir em excesso produtos industrializados e ricos em sódio. O edema palavra usada para sugerir o aumento de uma determinada região por líquidos, é mais notado nas extremidades, ou seja, braços e pernas. Problemas mais graves também podem levar a essa quadro, como algum distúrbio renal ou insuficiência cardíacas. Grávidas também podem notar esse acúmulo de água.inchaço

Formação de gases e prisão de ventre: o intestino é um órgão complexo e pode ser comprada ao cérebro, em grau de importância no corpo. Além disso, esse tubo digestivo tem uma conexão importante com o manda-chuva da cabeça. Ou seja qualquer alteração emocional pode influenciar na saúde gastrointestinal e até mesmo o contrário! Mas tem uma notícia boa! Basta não exagerar no consumo de alimentos que favorecem a formação de gases como feijão, massas brancas e verduras como brócolis e repolho, além de batata-fria e bebidas alcoólicas. Outra forma de contribuir com trânsito intestinal é rechear a refeição com fibras, principalmente as solúveis (como as encontradas em frutas e aveia), que favorecem a formação do bolo fecal sem estimular o acúmulo de gases. Já em caso de alergia alimentar é recomendada ajudar especializada para evitar o consumo do alimento em questão e substituí-lo de forma adequada.

Rei dos ringues!

Ao tocar nesse assunto, não tem como deixar o gengibre de fora. Ele é eficaz na prevenção das náuseas e atua na digestão na flatulência e como relaxante em cólicas. Também reduz a formação de coágulo sanguíneos, melhorando a circulação e evitando doenças cardiovasculares.  Com isso, a diurese (produção de urina) também é favorecida. Mas nada exagerar, pois em grandes quantidades o gengibre pode causar queimação gástrica e até mesmo diarreia. “O recomendado é consumir a quantidade equivalente a até duas colheres (chá) diariamente, se estiver ralado mas há pessoas que tolerem menos. Tem que se respeitar as características individuais”. Se você está gravida converse com seu médico sobre a ingestão.

A estrela é o gengibre

Suco detox é um habito diário da atriz Paolla Oliveira. Em entrevista ao site do Domingão do Faustão, ela contou uma de suas receitas: a mistura de suco de agrião com salsão e gengibre. Juntos, esses ingredientes promovem melhor digestão e motilidade. “A combinação deste dois efeitos permite que nutrientes essenciais sejam absorvidos rapidamente, enquanto as toxinas que causam inchaço e prisão de ventre são excretadas.

Dicas anti-inchaço! O gengibre não está sozinho nessa luta. Existem outros métodos capazes de aliviar esses incômodos. Porém vale ressaltar: “em casos em que o acontecimento é mais grave, deve-se procurar um médico, pois pode haver algum problema associado capaz de ser resolvido com suplementos de enzimas digestivas ou probióticos

1° Coma em pequenas quantidades, em um ambientes tranquilo (e se possível, sem pressa);

2° Evitar o consumo de líquidos durantes as refeições;

3º Não consuma alimentos aos quais possui  intolerância ou alergia alimentar;

4° Insere alimentos diuréticos (como chá verde ou até mesmo o de gengibre) após as refeições;

5° Pratique exercícios físicos regularmente (cerca de 150 minutos semanais)inchaço-inhaço

Você sabia? 

Quem se queixa de mãos e pés frios podem encontra no gengibre um aliado. Isso porque uma das ações de raiz é aumentar a temperatura corporal. “Essa ação termogênica acelera o metabolismo e faz com que o sangue circule mais livremente por todas as células do corpo inclusive as das extremidades.

 

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: