Scroll Top

Frutas

Os 4 Beneficios do Damasco para Saúde

O Damasqueiro tem fama de ser uma das árvores mais “Viajadas”. Sua origem situa-se no norte da china, onde ainda se encontra em estado silvestre como flora natural.

Propriedades e indicações: O damasco tem poder energético baixo, o que o torna muito recomendável nas dietas de emagrecimento. É alcalinizante, por sua riqueza em sais minerais alcalinos destacando-se seu baixo teor de sódio e riqueza em potássio.damasco

Contém vários oligoelementos minerais de grande importância fisiológica, como manganês, o flour, o cobalto e o boro. É rico em açucares. Nos damascos seco (desidratados) as proteínas alcançam valor importante, igualmente ocorre com ferro, que é um dos principais minerais. Entretanto, o componente mais notável dos damascos, tanto fresco como seco, e o betacaroteno ou provitamina A.

  Enfermidades dos olhos: O consumo de damascos mantém a vista em bom estado, e da brilho e beleza ao olhar, caracteristicas da boa saúde. Isso se deve nao só á ação do provitamina A do damasco, mas também a á ação conjunta de outras vitaminas e minerais que a acompanham . O damasco é recomendado em caso de secura, coceira ou irritação crônica da conjuntiva, perda de acuidade visual devido a atrofiar da retina e cegueira noturna.

Anemia ferropêmica: por (por falta de ferro). O teor de ferro dos damascos frescos não é tão importante como o dos secos. As quantidades de provitamina A e de ferro que o damasco contém são pequenas em comparação com as grandes doses que os preparados farmacêuticos podem conter. Apesar disso,os resutados obtidos com o consumo habital de frutas  são superiores ao que se poderia esperar por seu teor de ferro ou provitamiona A.damasco- damasco

Afecções da pele e mucosas: devido ao seu teor de provitamina A. Aumenta a resitência às infecções. Recomendado em caso de faringite crônica, sinusite e eczemas.

Afecções nervosas: Alguns terapéutico destacam a properiedade equilibrante do damasco sobre o sistema nervoso, e recomenda-o em caso de astenia, depressão, nervosismo e inapetência.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: