Scroll Top

Frutas

OS 9 BENEFICIO DO AMENDOIM PARA A SAÚDE

Amendoim não é nada habitual no variado reino vegetal que as frutas de uma planta se desenvolva debaixo da terra. Mas é precisamente isso o que ocorre com o amendoim: quando o ovário de suas flores é fecundado e começa a formação do fruto, este se introduz dentro da terra, onde completa sua maturação. Por isso, alguns pensavam que o amendoim fosse uma raiz ou tubérculo, quando se trata de um fruto subterrâneo. Como ocorre com todas as plantas da família das leguminosas, o fruto é um legume, ou seja, uma vagem (casca) em cujo interior crescem as sementes, que constituem a parte comestível. O amendoim constituía um dos alimentos fundamentais dos povos autóctones da América central antes da chegada dos europeus. Embora digam que o amendoim procede do Brasil, e outros digam que é da Ásia oriental.

Na atualidade, o amendoim é um dos frutos secos oleoginosos mais populares, por seu sabor agradável e suas propriedades nutritivas.

Propriedades e indicações: O amendoim constitui um alimento muito nutritivo cujo concentração em nutrientes supera a de qualquer outro alimento de origem animal, inclusive a carne. No reino vegetal, só a noz e a amêndoa podem ser comparadas em riqueza nutritiva ao amendoim. O amendoim supera amplamente a carne e os ovos quanto á quantidade de carboidratos, gorduras, proteínas, vitaminas B 1, C, E e macina; superando-os também quanto a minerais como cálcio graxos saturados. Seguramente o amendoim é um dos alimentos mais concentrados em nutrientes que podemos encontrar. As pessoas que consomem amendoins sem considerar que se trata de um alimento muito concentrado e nutritivo, costumam queixar-se de que são indigestos. Porém, consumidos com moderação, não completando outros alimentos, mas substituindo-os, serem bem tolerados e facilmente assimiláveis.amendoim

Proteínas: As proteínas do amendoim que, em algumas variedades chegam a 26% de seu peso(a carne não supera 20%), são relativamente pobres nos aminoácidos metionina, lisina e treonina. Por isso, para proporcionar todos os aminoácidos necessários para produzir proteínas completas convém comer os amendoins junto com outros alimentos, tais como;

Legumes

Cereais integrais

Leveduras de cerveja

Gorduras: Constituem quase a metade do peso do amendoim e pode-se extrair em forma de óleo. Formadas por uma equilibrada combinação de ácidos graxos polinsaturados, monoinsaturados, e saturados. Os ácidos graxos desempenham um papel muito importante na formação e renovação da pele, assim como do tecido cerebral; intervém também nas defesas imunológica e no metabolismo do coração. Assim como o cérebro necessita principalmente de glicose para manter sua atividade, o coração “queima” ácidos graxos para obter a energia necessária para seus batimentos.

Carboidratos: Os amendoins contém muitos carboidratos (até 10%), especialmente amido e maltose. Quando chegam ao cólon sem terem sido bem digeridos, isto é sem terem sido transformados completamente em glicose, ocorrem fermentação e gases intestinais.

Vitaminas: Contém certa quantidade de vitaminas do complexo B (B 1, B 2 e B 6), sendo muito escasso o aporte de vitaminas A e C. Destaca-se seu conteúdo de vitamina E, inferior ao das sementes de girassol, das nozes, ou das amêndoas, mais muito superior ao da manteiga ou dos ovos, que são os alimentos de origem animal mais ricas nessa vitamina. A niacina atua no organismo como uma coenzima que facilita numerosas reações químicas necessárias para que os carboidratos e as gorduras, produzem energia nas células. Nos casos de deficiência grave, produz-se uma doença conhecida como pelagra, caracterizadas pelos chamados três Dermatite, diarreia, e demência.

Minerais: Os amendoins são especialmente ricos em potássio e pobres em sódio, sempre que não se acrescente sal; contém quantidades significativas de fosforo, cálcio, magnésio e ferro e são excelente fonte de oligoelemento,tais como o zinco, o cobre e o manganês, superando o conteúdo do peixe e da carne.

Fibra vegetal: Os amendoins são relativamente pobres em carboidratos de tipos celulósico (fibra vegetal),podendo provocar prisão de ventre se consumido em abundância duma só vez, sem acompanhá-las de frutas ou cereais integrais.

Afecções da pele: O consumo habitual favorece o bom estado da pele s das mucosas, devido a seu elevado conteúdo em niacina e em ácidos graxos insaturados. Ambos as substâncias são imprescindíveis para que as células da pele, que estão continuamente se renovando, mantenham-se em bom estadoamendoin-amendoim.

Afecções cardíacas: Dada a grande riqueza em ácidos graxos essenciais, o amendoim é alimento recomendável para os que sofrem do coração. Esses ácidos graxos servem de fonte energética fundamental para as células do coração e também contribuem para diminuir o nível do colesterol, melhorando a circulação do sangue nas artérias coronárias. Os amendoins são pobres em sódio e muitos ricos em potássio, que protege contra a hipertensão arterial e evita a retensão de líquidos noa tecidos. Naturalmente, para que ocorra esses efeitos benéficos, os amendoins devem ser comidos sem sal. O amendoim é  fruto seco oleaginoso mais rico em proteínas e um dos alimentos mais concentrados que a natureza nos oferece. Por isso, não se deve considera-lo como mero aperitivo para “beliscar” entre as refeições.

A manteiga de amendoim elaborada à base de sementes moídas é muito popular na America do norte. Substitui com vantagem a manteiga de leite, pois tem maior numero de nutrientes (especialmente vitamina B 3 ou niacina),e reduz o nível de colesterol.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: