Scroll Top

cereal

OS 9 BENEFICIO DO TRIGO PARA SAÚDE

Todo ano no planeta terra se produzem aproximadamente 600 milhões de toneladas de grãos de trigo, com os quais são alimentadas milhões e milhões de pessoas. Nenhum outro cereal é tão cultivado como o trigo. O trigo continua proporcionando mais quantidade de alimento e a mais pessoas que qualquer outro produto em todo mundo. O trigo é essencial para a nutrição humana.

Propriedades e Indicações: O grão de trigo em seu conjunto, composto pelo farelo ou pericarpo, o endosperma e o gérmen, forma alimento quase completo, que contém todos os nutrientes que nosso organismo necessita, com as seguintes exceções:

Provitamina A, vitamina C, vitamina B12 como todos os outros alimentos vegetais. Todos os demais nutrientes estão contidos no grão de trigo integral, inclusive a fibra.

Carboidratos: Constituem o nutriente mais abundante do trigo. A maior parte deles estão formados por amido e só uma pequena parte por açúcares. Quanto mais fibra acompanhe o amido, mais paulatinamente se produz a liberação da glicose.  De forma que o trigo e a farinha integrais são melhor tolerados pelos diabéticos do que a farinha branca desprovida de fibra, já que provocam aumentos bruscos do nível de glicose no sangue.

Proteínas: Cerca de 90% das proteínas do trigo são constituídas por gluteina e gliadina, duas proteínas que quando se isolam do resto dos componentes do grão e se misturam com água formam uma massa esponjosa chamada glúten. Graças ao glúten, a massa “sobe”, ou seja expande-se pela ação do gás carbônico que se forma durante a fermentação. trigoPode produzir intolerância em determinados casos. É uma proteína incompleta, pois ainda que contenha todos os aminoácidos essenciais, sua proporção de lisina é insuficiente para cobrir as necessidades do organismo. É interessante notar que a proteína do gérmen do trigo, que é de um tipo diferente da do glúten, também contém excesso de lisina que compensa em parte  a deficiência do glúten. Portanto, contém poucas proteínas, ainda que de grande qualidade. Apesar disso, o trigo ou a farinha integral proporcionam proteínas de maior poder nutritivo do que a simples farinha branca.

Gorduras: Contém 1,56%, das quais mais da metade se encontram no gérmen e no farelo. Trata-se em uma maior parte de ácidos graxos poliinsaturados, entre os quais predomina o linoléico.

Fibra: O trigo completo contém 12,5% de fibra, em sua maioria insolúvel, que se encontra principalmente no farelo. Essa fibra proporciona um notável efeito laxante ao trigo.

Vitaminas: O trigo é uma boa fonte de vitaminas B1, B2, B6, niacina, folatos e vitamina E. O gérmen e o farelo são mais ricas em vitaminas do que o endosperma. Não contém vitamina C e B12 nem provitamina A.

Minerais: O trigo aportam boa quantidade de fosforo, magnésio, ferro e potássio, assim como diversos oligoelemento, entre os quais se destacam o zinco, o cobre e o manganês. O mineral mais escasso é o cálcio. O trigo completo e sua farinha integral são alimentos universais que todo o mundo pode consumir diariamente.

Aumento das necessidades nutritivas: Etapas de crescimento , esportistas, gravidez, lactação, convalescência de doenças debilitantes etc. O trigo é uma excelente fonte de energia . Graças a sua riqueza em vitaminas do grupo B, a glicose que libera seu amido se metaboliza muito facilmente.trigo trigo

Afecções digestivas: O trigo é de fácil digestão e, com um mínimo trabalho dos órgãos digestivos, proporciona grande quantidade de nutrientes. Seu efeito laxante e regulador do trânsito intestinal. Todos que sofrem de prisão de ventre deveriam ingerir trigo integral em qualquer d suas formas. Seu consumo habitual ajuda a prevenir as diverticulose intestinais, as hemorroidas, o câncer de cólon,assim como os eczemas s dores de cabeça provocadas por auto-intoxicação que acompanha a prisão de ventre crônica.

Afecções crônica: O consumo habitual de trigo ou farinha integral previne o aparecimento das chamadas doenças da civilização, provocada em muitos casos pelo excesso de alimentos refinados: Arteriosclerose, diabetes, reumatismo e até o câncer.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: