Scroll Top

Frutas

Os 9 Beneficio do Caqui para saúde

Contra a diarreia e disinflama o intestino: seja de cor a laranjada ou de vermelho intenso, os caquis evocam as chamas de fogo ardente. Não é sem motivo que seu nome em grego, disparos, significa fogo de “zeus”.  No entanto, uma vez ingerido, o caqui atua de forma totalmente oposto á do fogo ardente: é um grande suavizante do tubo digestivo, especialmente do intestino.caqui

Propriedades e indicações: A polpa gelatinosa do caqui quase não contém proteínas e gorduras. Destacam -se em sua composição as seguintes substâncias: Açucares de cada 100g da polpa de caqui 15g são de açucares. O mais abundantes é a frutose, seguida da glicose e da sacarose.

Pectima e mucilagem: são carboidratos complexo, responsáveis pela consistência gelatinosa da polpa do caqui. Juntamente com maçã o caqui é uma das frutas mais ricas em pectima. A pectima e as mucilageres constituem o componente mais importante da chamada fibra vegetal de tipo solúvel, que o caqui contem em proporção de 3,6% retém o colesterol que se encontra no trato digestivo, procedente dos alimento de origem animal fazendo que uma parte dele seja eliminado com fezes. Mas o efeito mais imediato da pectima e da nucilagem do caqui é o de suavizar e desinteflamas as paredes do conduto digestivo, especialmente nas ultimas porcões (intestino grosso)

Taminos: São composta femólico de grande poder adstringente. Coagulam as proteínas formanda uma camada seca e resistente nas mucosas. Os taninos são reconhecidos rapidamente pela sensação áspera que que produzem ao paladar. Quanto maior riqueza efeito adstringente.

Carotenoides: São substâncias derivadas do beta_carateno, a partir dos quais nosso organismo produz a vitamina A Por isso são chamada provitaminas A o interesse que os carotenóides despertam deve – se à sua comprovada ação antioxidante, graças a qual evitam envelhecimento celular, detêm a arteriosclerose e atuam como  preventivo do câncer. O caqui é uma das frutas mais ricas em carotenoides (provitamina A) considerando que 100g de caqui aportam 22% das necessidades diárias de vitaminas. A para um adulto, apenas um caqui de tamanho médio é suficiente para suprir a metade (quantidade diária recomendada)

Vitamina C: contém, o que um caqui de tamanho médio aporta das necessidades diárias dessa vitamina. O caqui não e uma das frutas mais rica em vitamina C, embora contenha uma quantidade significativa, suficiente para favorecer a absorção de ferro que também contém ferro é mineral mais abundante de todos os que o caqui contém depois do potássio. Um caqui de 250g aporta 10% das necessidades diárias de ferro de um adulto, que constitui uma quantidade importante, levando -se em conta que se trata de uma fruta fresca.

Afecções intestinas: os caqui exercem, em conjunto, ação adstringente e suavizante sobre as paredes do intestino, devido ao efeito combinado dos tanino (adstrigente) e da pectina e mucilagem (suavizantes). O efeito adstringente é mais intenso que certas variedades de caqui e nos que não estão muito maduros. Além de adstringente, os caquis são antiflamatorio intestinais, devido o seu notável conteúdo em pectimas e mucilagem. Os carotenoides também contribuem para essa ação. Seu uso é conveniente em todo tipo de diarreia e colite(inflamação do intestino grosso). Três a seis caquis diários contribuem para normalizar rapidamente o trânsito intestinal e desinflamar as mucosas do aparelhos digestivo.

Afecções cardiorrespiratórios: por seu baixo conteúdo de gorduras e sódio e seu elevado aporte de carotenóide protetores das artérias os caquis são uma fruta muito recomendável para os que sofrem de arteriosclerose hipertensão arterial e afecções cardíacas em geral.

Anemia: ainda que o aporte de ferro do caqui não seja muito elevado, tem a vantagem de ser muito bem absorvido, devido ao fruto também conter vitamina C. Recomenda – se um consumo abundante de caqui em casos de anemia ferropênica( por falta de ferro) que é o tipo mais frequente de anemiacaqui-caqui.

Diabetes: Ainda que o caqui seja uma frutas doce, os diabéticos o toleram muito bem por duas razões mais da metade de seus 15% de açucares é forma da por frutose, o açúcar natural próprio da fruta esse tipo de açúcar precisa de menos quantidade de insulina para seu aproveitamento pelas células do organismo. Por isso os diabéticos  cujo pâncreas produz menos insulinas toleram e aproveitam melhor a frutose que outros açucares

 

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: