Scroll Top

chás diabetes dicas Dicas de Saúde gastrite marcela

Os Benefícios do Chá da Marcela para Azia

Marcela é uma erva tipicamente brasileira (também vindo a ser conhecida por nomes como macela-do-campo, Marcelinha, marcela de travesseiro, carrapichinho-de-agulha e camomila nacional) que se prolifera em localidades quentes, com propriedades medicinais conhecidas popularmente. Tem como características ser uma planta que surge anualmente e têm as folhas alongadas, verdes e serrilhadas acompanhada também de pequenas flores branco-amareladas recoberta de pelos, sem contar um aroma inconfundivelmente agradável. Sendo da família das Asteraceae, esta planta vem ser de superstição e cultura dos gaúchos. Os nativos tradicionalmente acreditam que na sexta-feira santa deve ser colhida a erva antes do nascer do sol. Vindo assim, ao seu chá ser mais eficiente neste período. A marcela também é símbolo do próprio Rio Grande do Sul, talvez devido a isso esta erva venha a ser tão fortemente inserida na realidade da cultura sulista.

Marcela: repleta de benefícios para saúde: A marcela possui em sua essência diversos benefícios para a saúde do ser humano. Vindo a ter propriedades com poderes adstringentes e calmantes até a clareador natural de cabelos, sendo assim, podendo ser usada para fins internos e externos. A marcela pertence à família das Asteraceae. Essa planta é um símbolo forte do Rio Grande do Sul.Uma das fortes características desta planta é que ela desabrocha uma vez no ano. As folhas desta planta são folhas longas, de cor verde e serrilhadas complementado por pequenas flores de cor branco-amareladas, sendo elas coberta por pelos e outra forte característica é seu cheiro incrivelmente gostoso. Deve ser por estes motivos que a marcela esta sendo encaixada de maneira tão forte no cotidiano da cultura do povo do sul. Ela tornou-se parte da superstição e encaixou-se na cultura do povo gaúcho. A marcela também é muito utilizada popularmente para preencher travesseiros e almofadas, devido ao suposto efeito calmante.marcela

A marcela é utilizada no tratamento das seguintes doenças e complicações :
azia
cálculo biliar
clarear cabelos
cefalalgias
cólicas intestinais
contrações musculares bruscas
contusões
desordens menstruais
diabetes
diarreias
disenteria
disfunções gástricas
digestivas
dor de cabeça
dor de estômago
epilepsias
espasmos
estimulante da circulação capilar
febre
gastrite
impotência
inapetência
inflamação
lavar feridas
úlceras
má digestão
pele e cabelos delicados
nervosismo
perturbações gástricas
protetor solar
queda de cabelos
resfriado
retenção de líquidos
reumatismo
suores fétidos nos pés

Observação : Os benefícios do chá da marcela são adquiridos se a infusão for feita a partir das flores desta planta. A receita que iremos apresentar pode ser tanto bebido quanto utilizado de maneira externa. A forma que é usado esse chá varia bastante, no caso vai depender do que você tenha. Em casos de dúvidas procure conselho de um médico ou outros especialistas.

Utilidades para o Chá de Marcela
Chá de marcela quente, diluído em uma gemada, é um potente remédio para curar ou aliviar tosses espasmódicas ou catarrais, promovendo a expectoração e expulsando o muco catarral. Chá quente ou frio para dor de cabeça ou estomacal, deixar por cinco minutos em infusão 4 ou 5 florzinhas de marcela. Fazer o infuso de marcela e aplicar em compressa de 3 a 4 vezes ao dia para combater a conjuntivite ou outras inflamações dos olhos.Usar dentro do travesseiro as flores da planta para aliviar estresse e ansiedades.
Chá de Marcela 
Ingredientes

2 xícaras de chá das flores
Meio litro de água

Modo de preparar: Para beber, faça uma infusão de duas xícaras pequenas das flores para meio litro de água. Tome até seis xícaras por dia, após as refeições. Já no caso do uso externo, faça uma infusão de 30 gramas das flores para um litro de água e aplique o líquido em compressas de 3 a 4 vezes ao dia para lavar feridas, úlceras e tirar chulé dos pés. A mesma infusão serve para aromaterapia favorecedora do sono, basta preencher o travesseiro. Observação : O sumo desta planta é usado para tratar : epilepsias, perturbações gástricas;

Chá de Marcela – usar internamente: Para preparar a infusão você irá precisar de 2 xícaras de chá para ½ litro de água. Tome as 6 xícaras desse chá diariamente. Para preparar essa infusão você irá precisar de 10 g de flores em 1 litro de água. Tome 3 a 4 xícaras ao dia após as refeições; observação : A marcela pode ser utilizada de forma livre, sem inconvenientes, na água do chimarrão.

Uso externo: Para preparar essas infusão você irá precisar de 30 g de flores em 1 litro de água. Aplique na forma de compressas 3 a 4 vezes ao dia. É recomendado para lavar feridas e úlceras e para banhar os pés contra os suores fétidos.

Recomendações: Use a marcela nos travesseiros: preencha-os com as flores, pois favorecem o sono; Xampus, sabonetes a 2-5% de extrato glicólico; A infusão a 5% como enxágue para clarear os cabelos, estimulante da circulação capilar, queda de cabelos, peles e cabelos delicados.marcela-marcela

Contraindicações: Não é indicado o chá de marcela para pessoas que estejam fazendo quimioterapia, jamais ! Pessoas que são alérgicas aos componentes dessa planta também não devem de maneira alguma fazer o uso. Atenção diabéticos, a marcela tem efeitos hipoglicemiante. Pessoas diabéticas precisam ter cuidado sobre esta planta. E se caso algum diabético ingerir esse chá é preciso ficar sob observação. Pessoas que estejam sob efeito de sedativos, analgésicos e barbitúricos precisam ter bastante atenção quando for fazer uso da bebida. Em todo caso, é importante consultar um médico para saber se o chá da marcela se adequada para o seu tratamento. Fique atento !

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: