Scroll Top

andiroba dicas Dicas de Saúde óleo de andiroba óleo natural

Os benefícios do Óleo de Andiroba para Saúde

O que que a andiroba tem: Acredita-se que a andiroba tenha poder anti-inflamatório, analgésico, antirreumático, cicatrizante, antitérmico, bactericida, inseticida e repelente. Tanto a casca quanto as sementes possuem melgacianos, que desempenham importantes funções, assim como os ácidos graxos essenciais e outros componentes. Estudos apontam que esses compostos teriam ação no combate do câncer de útero, displasia cervical e artrite.

Propriedades medicinais: A andiroba possui propriedades analgésica, antibacteriana, anti-parasita, anti-inflamatória, antitumoral, relaxante muscular, repelente natural e vermífuga. A casca e as sementes da planta contém melgacianos, compostos muito amargos que, segundo estudos realizados, têm o poder de combater a artrite e o cancro uterino, possuem ação anti-inflamatória e antirreumática, além de agirem como inseticida, funcionando como repelente de insetos. Estudos recentes mostraram que os lipídios presentes na andiroba são capazes de inibir enzimas responsáveis pelo acúmulo de gordura e um pesquisador americano registrou a patente da utilização da andiroba no tratamento contra a celulite.andiroba

Andiroba usos na medicina popular: Popularmente, o chá das cascas e folhas é muito usado no norte do país no tratamento caseiro da febre, vermes, infecções respiratórias e gastrite. Já o óleo de andiroba tem uso tópico em picada de inseto, ferida, contusão, inchaço, parasitas e problemas de pele. Há quem pratique a ingestão do óleo em preparados com mel e outras formas de consumo. Muitas outros benefícios da andiroba. A andiroba também tem propriedades cosméticas que são apreciadas pela indústria em shampoo, sabonete e creme hidratante e anticelulite. Também não passa despercebida sua ação repelente de insetos e inseticida em velas (atóxicas e sem perfume). O óleo de andiroba está também presente em produtos para móveis com ação anti-cupim e outros insetos!

Os benefícios e as indicações de uso: A andiroba é utilizada no tratamento de casos de acne, artrite, coceira, câncer, constipação, dermatite, diarreia, digestão, doenças de pele, dor de garganta, dores musculares, erupções cutâneas, febre, feridas, gripe, hanseníase, hepatite, herpes, inflamações, malária, lepra, parasitas, picadas de insetos, problemas de pele, psoríase, resfriados, reumatismo, tétano, úlcera e vermes intestinais. O óleo de andiroba é também muito utilizado para contusões, inchaços, reumatismos e cicatrizações, esfregando-se sobre o local machucado. Como repelente, há pessoas que passam o óleo sobre a pele e outras que queimam o bagaço para espantar os insetos. Na indústria cosmética, usa-se o óleo na fabricação de sabonetes, xampus e cremes, além de ser utilizado para ajudar na preservação e proteção de móveis contra cupins e outros insetos.

Modos de uso: 

Massagem: O óleo de andiroba pode ser usado em massagens, sozinho ou misturado a outros óleos vegetais. A massagem com o óleo alivia dores musculares e na coluna.

Repelente: Para uso como repelente, basta misturar 60 ml de óleo vegetal de andiroba e 30 gotas de óleo essencial de citronela. Aplique o óleo sobre a pele 30 minutos antes da exposição a lugares com insetos ou mosquitos.

Hidratante: O óleo de andiroba pode ser adicionado a hidratantes ou a óleos corporais, e além de hidratar, funciona como reconstituinte da pele.

Chás: Para aproveitar os benefícios que a andiroba traz à saúde, acrescente 1 gota de óleo de andiroba no chá de sua preferência. Tenha atenção com a quantidade ingerida: o máximo recomendado é de até duas gotas ao dia, pois mais que isso pode comprometer o bom funcionamento do fígado.

O seu uso é prático. Basta aplicar o óleo puro no corpo todo ou na região onde houve a picada do mosquito. O resultado promete ser eficiente até contra mosquitos que transmitem malária e dengue. Lembrando que o óleo não possui nenhuma relação à cura ou no combate aos sintomas de tais doenças. O óleo também é utilizado para a confecção de velas aromáticas com o mesmo objetivo de repelir os visitantes indesejáveis em ambientes. No cabelo, em problemas como o surgimento de piolhos, a andiroba é eficiente no tratamento, podendo o óleo ser aplicado diretamente no couro cabeludo.

Inseticida: O óleo ainda pode ser aplicado em móveis e madeiras, preservando-os de cupins, além de aumentar a durabilidade.

Anti-inflamatório: Aplicado sobre a pele também funciona em casos de reumatismo, contusões, e na regeneração quando apresentado quadros de inflamação, hematomas e vermelhidão. Além de cicatrizar qualquer tipo de ferimento.oleo-de-andiroba

 

Efeitos colaterais: Quanto ao chá de andiroba e ao do óleo de andiroba na pele, não existe relato de efeitos colaterais. Já a ingestão do óleo, um estudo feito por pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco e do Pará apontou uma possível toxidade para o fígado quando ingerido continuadamente e em grandes quantidades. Porém, os estudos continuam no sentido de explorar todas as propriedades, aplicações e cuidados com a administração. Sempre bom lembrar a importância de falar com seu médico antes de fazer uso de remédios fitoterápicos, e nunca abandonar o tratamento convencional sem acompanhamento especializado.

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: