Dicas de Saúde

10 Alimentos naturais que Protege Estômago

Existem alimentos capazes de proteger o estômago, afastando problemas como azia e o refluxo.

Imagine um país em que mais 20 milhões de pessoas sofram com os incômodo gerados pela azia.

Apesar desse número parecer exagerado, condiz com a realidade do Brasil, segundo dados da organização mundial de saúde (OMS). Além disso, muitos outros brasileiros também são vitimas do refluxo doenças que atrapalha a rotina e pode comprometer o bem bem-estar. Pensando nisso, que tal adotar hábitos alimentares capazes de amenizar os sitomas decorrentes de ambos os problemas e, até mesmo prevenir a azia e o refluxo? A seguir, você descobre opções naturais e saudáveis para manter a saúde do estômago em dia? Preparado?carrot

Arroz integral

Ao contrário de versão branca o alimenta conta com presença de carboidratos complexos, ou seja, aqueles que demoram mais para se transforma em glicose na corrente sanguínea. Além disso, a grande quantidade de fibras que compõem o arroz integral proporciona uma maior sensação de saciedade com menor quantidade de alimento. Esse fator colabora, inclusive, para a perda de peso saudável.

Cenoura

Rico em vitaminas A e C, e o legume estimula a produção de células brancas que reforçam o sistema imunológico. Além, tais vitaminas possuem propriedade que combatem o envelhecimento não só da pele e do corpo, mas também das células cerebrais. Sua propriedade anti-inflamatório ajudam o organismo a combater dores de cabeça no corpo, no estômago e ainda auxiliam em outros males causados por inflamação, com as celulites.

Aveia

Consumir uma opção desse cereal logo pela manhã é eficaz no combate a azia, sabia? Isso porque a aveia não agride a mucosa do estômago e, de quebra, prolonga a sensação da saciedade. Uma boa opção é misturá-la com outros alimentos saudáveis, como banana ou maçã.

Beterraba

A raiz é rica em betalaína (pigmento responsável por sua cor arroxeada), que é um excelente antioxidante natural, auxiliando no bom funcionamento do intestino e facilitando o processo de digestão.

Boldo

O chá preparado a partir dessa erva estimula a digestão a secreção biliar e os distúrbio intestino e hepáticos. “Assim, essa bebida combate a prisão de ventre os gases intestinais, a azia os transtornos do figado e atua na degradação de gorduras”.

PF3-A000

Couve

É um dos alimentos mais lembrados quando se fala em distúrbio estomacais, já que a sua indigestão colabora para o alívio da azia. Por meio de ações antioxidantes, que realizam uma verdadeira faxina no corpo, a couve pode ser consumida em forma de saladas, sucos detox, refogados e de muitas outras maneira. Um de seus maiores benefícios concentra-se na presença de vitamina C e de fibras, que limpam o organismo, aumentam a saciedade facilitam o processo de emagrecimento. Para que estômago seja beneficiado com a verdura, o indicado é consumi-lo crua (em meio a saladas ou secos).

Gengibre

Embora existem muitas pessoas que acreditam que raiz piora os sitomas de doenças estomacais, o seu efeito no organismo é exatamente o contrário. O gengibre é, tradicionalmente, conhecido como um ingrediente com propriedades anti-inflamatórias, sedo usado há tempo como aliado nos tratamentos de problemas gastrointestinais.

Hortelã

Utilizado como tempero, o vegetal ajuda no fortalecimento dos órgão digestivos e auxilia em uma digestão eficiente, já que aciona o funcionamento de glândulas salivares. Seu chá é amplamente consumido em caso de gripes e resfriados e também quando alguém apresentam dores de estômago e má digestão. hortelã

Mamão 

É uma fruta poderosa, que o pode ser aliado na saúde do corpo, da pele e da beleza. Ele possui 86% de água em sua composição e é rico em vitamina A e C, além de cálcio, ferro, potássio, minerais, carotenoides e fibras. O mamão também apresentam algumas propriedade medicinais agindo para a prisão de ventre.

Vilões do bem-estar

Da mesma forma que existem alimentos que o protegem o sistema digestivo, também é possivel encontrar aqueles que são prejudiciais favorecendo quadros de azia e refluxo. Por isso, o ideal é evitar ingredientes que sejam ácidos demais que contenham álcool em sua composição que sejam gaseificado e, claro que apresentam gordura em excesso. Além disso, em alguns casos, lacticínios e café também devem ficar de fora do cardápio diário. Para garantir mais saúde e acertar na hora de elabora seu plano alimentar consulte um gastroenterologista ok?

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.