Scroll Top

Dicas de Saúde

21 Alimentos que Não tem Glúten para Dieta

Conquiste o corpo dos sonhos substituindo alimentos por tapioca e outros ingredientes

Quem está em busca da silhueta perfeita acaba aderindo á tapioca no cardápio do dia a dia. Prática e muito saborosa, a escolha está relacionada principalmente ao grande vilão da dieta: o glúten . Mas é preciso lembrar que uma barriga chapada também é resultado de uma alimentação balanceada e prática de exercício físicos.

Glúten free

Uma dieta livre de glúten ajuda a emagrecer e a combater a barriga estufada. Isso porque a proteína de origem vegetal é matéria-prima de produtos altamente calóricos, como pães, massas e bolos. Além disso, alguns estudos sugerem que o glúten dificulta o uso da gordura pelo organismo como energia, contribuindo para o aumento da região abdominal, mas ainda há controvérsias por parte dos especialistas quando se fala em perda de peso. Para quem sofre de intolerância ao glúten, seu consumo prejudica a digestão, causa inchaço abdominal, reduz o metabolismo e a produção de serotonina ( hormônio responsável pela sensação de bem-estar), além de atrapalhar o bom funcionamento do intestino, prejudicando, também, quem quer perder de peso. Prepara a partir da farinha de mandioca, a tapioca não contém glúten e outra em cena na hora de substituir o pão branco ou integral sem prejuizo para o paladar, garantindo a possibilidade de vários recheios e sabores, sempre dando preferência pelos mais adequados ás suas necessidades nutricionais. Prezar por alimentos levinhos e incluir fibras na receita ajuda a controlar seu índice glicêmico, contribuindo para o emagrecimento.

Parece complicado retirar o  glúten da alimentação? Mostramos que não! Confira 20 alimentos que estão liberados.

Alfarroba.  A planta tem sido utilizada largamente na elaboração de um produto equivalente ao chocolate, com cor, textura e sabor semelhantes, porém, livre de lactose e glúten. Os chocolates de alfarroba contêm menor quantidade de gordura do que os tradicionais e muitos produtos são isentos de açúcar ( confira o rótulo). Rica em fibras e antioxidantes, a alfarroba ajuda no controle do colesterol e na prevenção do envelhecimento precoce.alforroba

Inhame. Possui carboidratos de baixa índice glicêmico ( boa opção para diabéticos e para quem quer reduzir as gorduras no abdômen) e oferece ótima quantidade de potássio, mineral que controla a pressão arterial e participa das contradições musculares.

Amêndoa. Assim com outras oleaginosas, a amêndoa é rica em gorduras benéficas, que protegem as artérias e as funções cerebrais, além de fornecer boa quantidade de proteínas, vitamina E e vitaminas do complexo B. Para não atrapalhar a dieta, o ideal é consumir no máximo 6 unidades,desde que não haja a ingestão de outras oleaginosas no dia.

Lentilha. Possui mais proteínas que o feijão, além de ser forte de fósforo,, ferro e ácido fólico, uma vitamina do complexo B indispensável para o funcionamento do sistema nervoso, previne tumores e problemas cardiovasculares. A grande quantidade de fibras ainda regular o intestino,  sacia a fome e ajuda no emagrecimento.

Banana verde. ” A farinha de banana verde é uma fonte rica de potássio, fósforo, magnésio e outros minerais, mas a principal propriedade é o amido resistente, que não é digerido nem absorvido”. Ajuda, assim,  no trânsito intestinal, na redução de glicose no sangue, ideal para turbinar o seu plano de emagrececimento.

Soja. Aliada da dieta, a soja possui baixo teor de gordura, não tem colesterol e contém grande quantidade de proteína. Além disso, é rica em fibras, que ajuda a regular o intestino e o índice glicêmico no sangue, controlando o peso. Possui fósforo e potássio, que mantêm a saúde dos músculos e ainda garante disposição para a prática de exercícios físicos.

Linhaça. Riquíssima em fibras, favorece o funcionamento do intestino, acabando de vez com a barriga inchada. ” A linhaça também é ótima para o controle do diabetes, colesterol e hipertensão, pois contém ômega 3, um nutriente anti-inflamatório”,

Batata-doce. Por ter carboidratos de baixo índice glicêmico, não provoca picos de insulina no sangue e é indicada como fonte de energia para quem quer perder peso. É rica em betacaroteno, um antioxidante que se converte em vitamina A  quando ingerido, protegendo a saúde da pele e dos olhos.

Castanha-do pará. E a oleaginosa mais rica em selênio, mineral com alto poder antioxidante e que combater as inflamações do organismo, garantindo que as células trabalhem melhor, sem acumular gordura. Porém, em excesso, pode atrapalhar a dieta: consuma no máximo 2 por dia.castanha

Konjac. Pode ser encontrado como macarrão ou em barrinhas, e é feito a partir de um tubérculo. É pouco calórico ( tem 5 calorias a cada 100g) e rico em uma substância chamada glucomanam, um tipo de fibra  solúvel que aumenta a sensação de saciedade.

Iogurte. Os probióticos, micro-organismos benéficos presentes no alimento, fermentam a lactose, equilibram a fibra intestinal e fortalecem o sistema imunológico. Prefira as versões light para não pesar na balança.

Coco. Além do leite e do coco ralado, a farinha também é ótima para receitas sem glúten. A água e a fruta fresca também estão liberadas e são ricas em minerais como cálcio, sódio e potássio. ” A farinha de coco atua indiretamente no emagrecimento, por ter em sua composição uma das maiores quantidades de fibras insolúveis quando comparada a outros alimentos”.

Chia. É um dos alimentos mais ricos em ômega 3, um ácido graxo que reduz o colestrol ruim(LDL), aumenta o colesterol bom (HDL), preserva a memória e reduz o acúmulo de gordura abdominal. Repleta de fibras, ajuda no fucionamento do intestino e aumenta a sensação de saciedades-já que, ao ser ingerida, absorve água e aumenta cerca de 12 vezes seu tamanho no estômago.

Cacau. Estimula de hormônios como a endorfina, que promove a sensação de bem-estar, melhorando quadros de ansiedade e depressão. O cacau em pó é uma opção mais saudável do achocolatado, já que este é composto por mais 50% de açúcar enquanto o cacau é livre de açúcar e preserva boa quantidade de nutrientes.

Grão-de-bico. Contém o aminácido, que participa de serotonina, hormônio responsável pela sensação de prazer bem-estar e confiança. Portanto, o alimento afasta ansiedade e nervosismo, além de ajudar no controle de apetite e do sono. Como farinha, é rico em fibras proteínas e minerais.

Tapioca. Alimento tipicamente brasileiro, a farinha ou goma de tapioca também é produzida a partir da mandioca. Pode ser servida com recheio doces light ou salgados e é indicada para o café da manhã ou lanche da tarde. Por ser rica em carboidratos, pode substituir pães e torradas, por exemplo.

Quinoa. É uma pseudocereal e considerando um alimento completo, fonte importante de proteína de alto valor biológico (combinação de aminoácidos de excelente qualidade). A quinoa possui baixa concentração de carboidrato e de gordura, sendo um aliado nas dietas para perda de peso.

Castanha de caju. É rica em gordura boa (monoinsaturada) e fonte de fibras, responsável por manter o nível de açúcar no sangue estável, ativar o metabolismo da queima de gordura, além de garantir saciedade. No entanto, deve ser consumida em pequena quantidades também atua no controle da irritabilidade, do cansaço e do nervosismo.

Farinha de arroz. É a principal substituta da farinha de trigo nas receitas, visto que garante a mesma textura e espessamento da massa, além de ter 4,5 vezes menos gorduras totais do que a farinha de trigo apenas 0,3 gramas da farinha de arroz contra 1,4 gramas na mesma quantidade de farinha de trigo. No entanto prefira a versão de arroz integral, que possui mais nutrientes, como fibras e vitaminas do complexo B.farinha

Milho . “Fonte de carboidrato, o milho fornece energia, é rico em vitamina e carotenoides, como a luteína e a zeaxantina, que proteger a saúde dos olhos”. No mercado é possivel encontrar a farinha de milho amarelo e de milho branco, com sabor e textura mais suaves.

 

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.