Scroll Top

Doenças e Tratamentos

Ácido Úrico – O que é, Causas e Tratamentos Naturais

Ácido úrico. Proveniente do catabolismo das proteínas, é eliminado pelo organismo através da urina.  Algumas pertubações orgânicas produzem sua retenção no sangue e nos tecidos, podendo ocorrer, como consequência, gota e cálculos renais. O excesso de ácido úrico ou a sensibilidade ao mesmo provoca reações de pele características, com coceira, descamação, bolhas, prurido, vermelhidão, gretaduras e até feridas. Certas micoses, como “frieiras”, podem apresentar complicações quando o ácido aumenta, ou no caso de sensibilidade a esta acido

Causas: Certos defeitos genéticos podem comprometer a eficiência da xantina-oxidase, enzima necessária á secreção de ácido úrico, ocasionando aumento  dos níveis de ácido úrico circulante. Determinadas doenças renais, leucemia e anemia hemolítica também tendem a aumentar o ácido úrico no sangue.

A ingestão de álcool é outra causa digna de nota. A cerveja, de modo particular, é contra-indicada pelo seu teor de purinas, mais elevado que em outras bebidas. O álcool aumenta a produção e diminui a excreção ácido úrico.

Dietas muito rigorosas  e jejuns prolongados aumentam a degradação de proteínas e provocam elevação do ácido úrico. Regimes para emagrecimento com teores muito baixos de calorias podem causar problemas, particularmente em pacientes com tendência á hiperuricemia.  A ingestão excessiva de alimentos acidificantes é outra causa possível.

Hortaliças:

Pepino, cenoura e beterraba: O suco de pepino adicionado ao de cenoura tem efeito benéficos nos estados reumáticos resultantes da retenção excessiva de ácido úrico no organismo. Um pouco do suco de beterraba, acrescentado a essa combinação, acelera o processo geral de “cura”. Tomar um copo pequeno de suco de pepino com cenoura e beterraba, em jejum.

“Água de alho”: Amassar 2 dentes de alho e deixa-los de molho em um copo de água, durante 6 horas. Coar e tomar 3 vezes ao dia. Ou . acido-acido

Frutas:

Melancia: Experiências demonstram que a água contida na melancia provoca grandes descargas de ácido úrico, limpando, na sua passagem, os filtros renais. Substituir uma refeição diária por melancia, exclusivamente, de preferência o desjejum, durante várias semanas.

Plantas: 

Primeira semana: Chás de chapéu-de-couro e malva misturados. Dose: três colheres, das de sopa, de plantas picadas para um litro de água, de 2 a 3 xícaras ao dia.

Segunda semana: Chás de bardana e hortelã misturados. Dose: três colheres, das de sopa, de plantas picadas para um litro de água, de 2 a 3 xícaras ao dia.

Terceira semana: Chás de salsaparrilha e dente-de-leão misturados. Dose: três colheres, das de sopa, de plantas picadas para um litro de água, de 2 a 3 xícaras ao dia.

Quarta semana: Repetir a indicação da primeira semana, alternando sucessivamente por dois meses.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.