alimentos cancerígenos

Evite Esses 10 Alimentos que Provocar Câncer

  • A alimentação desempenha um papel muito importante na saúde de todas as pessoas. Existem alimentos saudáveis que oferecem importantes benefícios à saúde e que atuam como protetores do corpo diante de diferentes doenças. No entanto, também existem muitos alimentos pouco saudáveis, que podem proporcionar ao organismo substâncias perigosas que podem causar doenças tão graves quanto o câncer.
  • Os alimentos cancerígenos estão presentes em muitas dietas e muitas pessoas ainda desconhecem o dano que estão causando à sua própria saúde ao consumi-los.

Pipoca de micro-ondas. As pipocas de micro-ondas contêm substâncias perigosas no interior de suas embalagens, que criam ácido perfluoro-octanoico durante o processo de cozimento no micro-ondas.

A solução?

Se você gostar das pipocas e adora consumi-las enquanto assiste a um filme, opte por prepará-las de forma caseira, com milho orgânico e óleo vegetal. Esta é uma opção saudável, econômica e muito fácil.

Carnes embutidas. As carnes embutidas foram promovidas nos últimos anos como alimentos ricos em proteína saudável, o que enganosamente acaba convencendo muitas pessoas de incluí-las na dieta. No entanto, vários estudos confirmaram que esse tipo de carne contém nitritos, que podem contribuir para causar o câncer. Os nitritos são os responsáveis por essa carne ficar fresca durante tanto tempo, para que possam ser comercializadas por vários meses.

A solução? Evitar o consumo de carnes embutidas e tentar ingerir sempre carne de animais alimentados com pasto.

Alimentos enlatados. Vários estudos identificaram que os alimentos enlatados poderiam ser cancerígenos devido a um componente chamado Bisfenol-A (BPA) que está presente nas latas. Não existe uma opinião unânime no momento de confirmar a quantidade de Bisfenol nos alimentos enlatados e se ele está ou não sendo transferido para os alimentos contidos dentro das latas.cancer

A solução? Reduzir o consumo de alimentos enlatados e buscar no mercado aqueles que estabelecem especificamente que são livres de BPA.

Alimentos transgênicos. Os alimentos transgênicos são alterados geneticamente e durante o processo de cultivo são submetidos a herbicidas e pesticidas que podem afetar a qualidade do produto sem que o consumidor se dê conta. Estes componentes químicos que entram em contato com os alimentos estão relacionados ao câncer e a outras doenças.

A solução? Apoiar os agricultores locais e optar por comprar sempre alimentos orgânicos.

Refrigerantes. Os refrigerantes parecem ser muito refrescantes nesses momentos de sede e calor em que precisamos beber algo. No entanto, são pouco saudáveis, já que além de conter cerca de 8 envelopes de açúcar por porção, também contêm uma série de compostos químicos relacionados ao câncer. O agente 4-MI (4-metil imidazol), que é o que dá a cor marrom característica das bebidas de cola, foi associado ao câncer em milhares de casos individuais. Além disso, ele contém xarope de milho de alta frutose, que pode ajudar a alimentar às células cancerígenas.

A solução? Evitar o consumo de refrigerantes e optar por sucos naturais e água.

 Alimentos “light” ou de dieta. Muitas pessoas acreditam que, consumindo alimentos “light”, vão ter uma dieta mais equilibrada e saudável. A triste realidade é que esses alimentos somente têm menos açúcar e gordura que os convencionais, e por isso ajudam a perder peso. Mas, eles contêm algumas substâncias que poderiam estar relacionadas a um maior risco de câncer, como é o caso dos edulcorantes artificiais.

A solução? Manter uma dieta saudável rica em frutas, verduras e cereais.

Lanches rápidos. Parece muito fácil comer um lanche nos momentos de fome em que precisamos de algo para seguir o dia. No entanto, os lanches fritos que são encontrados facilmente no mercado e nas lojas contêm um componente cancerígeno que surge depois que o alimento é aquecido em altas temperaturas. Este componente, conhecido como gliciclamida, surge da metabolização da acrilamida, uma substância produzida quando estes alimentos são fritos em altas temperaturas.

A solução? Passar os momentos de fome com uma fruta, uma batida natural, iogurte, oleaginosas, chás e muitos outros alimentos saudáveis que proporcionam saúde e bem estar.

Alimentos Geneticamente ModificadosSe possível, estes alimentos devem ser evitados o máximo possível, especialmente depois de ter sido mostrado que os OGM e os produtos químicos utilizados para cultivá-los causam um crescimento rápido de tumores. Mesmo estes alimentos estando por toda parte, você pode se policiar para comprar os que possuem certificado orgânico, os de produtores locais e naturais sem o uso da biotecnologia.

Farinhas brancas refinadas. Farinha refinada é um ingrediente comum em alimentos processados, mas o seu conteúdo de carboidratos em excesso é um sério motivo de preocupação. Um estudo publicado na revista “Câncer Epidemiologia, Mile Market, and Prevention” descobriu que o consumo regular de carboidratos refinados foi associado a um aumento de 220% no câncer de mama entre as mulheres. Os alimentos com altos índices glicêmicos em geral também têm demonstrado aumentar rapidamente os níveis de açúcar no sangue, que afeta diretamente o crescimento e disseminação de células cancerígenas.refris

Óleos hidrogenadosEles são comumente usados para preservar os alimentos processados e fazer com que estes alimentos possam permanecer mais tempo nas prateleiras dos supermercados. Mas os óleos hidrogenados alteram a estrutura e flexibilidade das membranas celulares no corpo, o que pode levar a uma série de doenças debilitantes como o câncer. Alguns fabricantes estão parando de usar óleos hidrogenados e estão os substituindo por óleo de palma e de outras alternativas mais seguras, mas as gorduras trans ainda são amplamente utilizados em alimentos processados.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.