Scroll Top

dicas Dicas de Saúde hemorroida tratamento

Hemorroida na Gravidez como Evita-la

Cerca de 15% das gestantes sofre das incômodas hemorroidas na gravidez. Elas não só mais do que veias varicosas que surgem na parte inferior do ânus e que surgem devido ao aumento da pressão do sangue; este aumento provoca também um aumento da pressão no ânus provocando o aparecimento das hemorroidas na gestação. A obstipação provocada pelo aumento de peso da mulher também é uma causa deste problema. Atualmente as hemorroidas e a diarreia na gravidez são dos problemas de saúde que aparecem com mais frequência em gestantes, algumas pessoas dizem que seguramente estará relacionado com os hábitos alimentares modernos.

Como sei que tenho hemorroida? A hemorroida é uma variz na região que circunda o ânus. E, com certa frequência, acontece durante a gravidez a dilatação de uma ou mais veias, principalmente nos últimos três meses de gestação. Algumas mulheres têm uma dilatação muito leve e nem percebem o problema. No máximo, sentem uma leve coceira. Mas, conforme a dilatação aumenta, pode haver queimação ou ardor na região anal. E, quando se torna saliente, o nódulo causa desconforto e dor. Esse processo pode evoluir para uma obstrução das veias e até sangramento durante as evacuações.

Por que é comum na gravidez? Por motivos genéticos, anatômicos e hormonais. Algumas mulheres têm predisposição às varizes, principalmente aquelas com pele mais clara, que já apresentam muitas veias à mostra nas pernas. Essas têm mais chances de desenvolver a hemorroida, mesmo sem a gravidez. Durante a gestação, a expansão do útero comprime os vasos sanguíneos da região pélvica, que conduzem o sangue dali para o coração. Isso dificulta o chamado fluxo venoso de retorno, favorecendo a dilatação dos vasos. Paralelamente, o aumento da produção de progesterona, o hormônio que garante a manutenção da gestação, também relaxa a musculatura do intestino e contribui para a prisão de ventre. Quando isso acontece, as fezes ressecam e a gestante tem dificuldade para evacuar, o que pode levar ao surgimento da hemorroida.hemorroida

Por que é comum aparecer hemorroidas na gravidez? Podemos citar causas genéticas, causas anatômicas e causas hormonais. Algumas mulheres têm predisposição às varizes, principalmente aquelas com a pele mais branca, estas têm mais hipóteses de desenvolver a hemorroida, mesmo sem estar gravidas. Durante a gestação, o útero expande-se e comprime os vasos sanguíneos da região pélvica, que transportam o sangue até o coração. Isso dificulta o chamado fluxo sanguíneo de retorno, favorecendo a dilatação dos vasos. Também, o aumento dos níveis de progesterona que relaxa a musculatura do intestino e contribui para a prisão de ventre, que pela sua vez faz com que as fezes ressecam e a gestante tem dificuldade para defecar, o que pode levar ao desenvolvimento da hemorroida.

Os estágios da doença hemorroidária são oficialmente reconhecidos como quatro:

  • estágio: hemorroidas internas, na sua maioria, assintomáticas, verificáveis através da presença de sangue no momento da evacuação
  •  estágio: a evacuação se acompanha também de dor e prurido, enquanto as hemorroidas iniciam a dar sinais de prolapso, ou seja, sob esforço se tornam externas, para depois reentrar, espontaneamente, em fase de relaxamento
  •  estágio: prolapso evidente, que pode ser reintroduzido manualmente
  •  estágio: prolapso evidente, que não pode ser reintroduzido sequer manualmente e que provoca intensa dor
    Para evitar que acabe em situações complexas e que exijam uma intervenção cirúrgica, mas também para evitar que as hemorroidas sejam um incômodo a mais no momento do parto, é preciso prover o seu tratamento e a sua prevenção…

Através de uma correta alimentação é possível combater a prisão de ventre, graças também ao suporte dos remédios naturais que podem reduzir as hemorroidas e a dor a elas relacionada. Para fazer isso, é importante conhecer os fatores de risco, as causas e os instrumentos mais eficazes para o tratamento. O que causa a presença de hemorroidas durante o período de gravidez é a cooperação de diferentes fatores. Em primeiro lugar, a origem do distúrbio deve ser procurada nas variações hormonais que caracterizam o período da gravidez. De fato, o grande aumento de estrogênio e progesterona comporta um maior relaxamento dos vasos sanguíneos, com a tendência a uma maior estagnação nos capilares: as hemorroidas, por serem como almofadinhas caracterizadas por pequenos vasos, se incham por consequência.

Como prevenir aparecimento de hemorroidas na gravidez? As vezes não é possível evitar, mas dá para atenuar os efeitos. A principal medida preventiva é nunca fazer muita força quando está a defecar. Esse esforço excessivo pode acelerar o aparecimento das hemorroidas. Uma outra medida fundamental é prevenir a prisão de ventre durante a gestação fazendo exercício físico diário, sempre com orientação médica, beber muita água e comer alimentos ricos em fibras, como legumes, grãos, verduras e frutas. Deve evitar alimentos muito condimentados ou picantes e evitar, o pão, batata, banana e farinhas em geral. Outra medida importante é fazer uma boa higiene do ânus apos defecar com duchas próprias ou no banho, nunca com papel higiênico.

Se o caso não for muito grave pode fazer alguns tratamentos caseiros para as hemorroidas na gravidez:

  • Banhos de assento diversas vezes ao dia em água morna e sal marinho, durante cerca de 10 minutos.
  • Beber pelo menos 2 litros de água por dia.
  • O melhor remédio caseiro para as hemorroidas na gravidez é encher um saco plástico com gelo, embrulhe-o em um pano fino e de seguida sente-se sobre ele. Também poderá usar um saco de ervilhas congeladas, já que estas são mais fáceis de moldar à região afetada.
  • A grávida deve ter especial atenção ao uso de pomadas para as hemorroidas. Elas só devem ser utilizadas sob orientação médica, após avaliar o risco/benefício, pois o medicamento poderá chegar até o bebê.

As hemorroidas desaparecem após o parto? Quase sempre acabam por desaparecer. Depois que o corpo volta ao normal e a circulação também, a dilatação dos vasos do ânus tende a diminuir. Claro que isso não vai acontecer imediatamente após o parto, mas sim nas semanas seguintes ou, no máximo, nos quatro meses seguintes, mas também há a possibilidade de que elas passem a fazer parte do seu quotidiano.

Como prevenir? Nem sempre é possível evitar, mas dá para amenizar os efeitos. A primeira coisa é nunca forçar a evacuação. Esse esforço excessivo pode precipitar o aparecimento do problema. Além disso, é fundamental prevenir a prisão de ventre durante a gestação. Como? Fazendo atividade física regular, sempre com orientação médica, e se alimentando de forma adequada, o que significa beber bastante líquido e comer alimentos ricos em fibras, como frutas, grãos, verduras e legumes.

 Elas somem após o parto? Em geral, sim. Depois que o corpo volta ao normal e a circulação também, a dilatação dos vasos do ânus tende a diminuir. Claro que isso não vai acontecer imediatamente após o parto, mas possivelmente nas semanas seguintes ou, no máximo, nos três meses seguintes.

Como tratar as hemorroidas na gravidez
O tratamento das hemorroidas na gravidez pode ser feito apenas com alguns cuidados que a gestante deve adotar, como:

  • Não usar papel higiênico, limpando a região anal sempre com lenços umedecidos ou água morna e sabonete neutro após urinar ou defecar;
  • Não permanecer muito tempo sentada, principalmente no vaso sanitário ou em pé;
  • Beber cerca de 2 litros de água por dia;
  • Ingerir alimentos ricos em fibras, como verduras, legumes, frutas, cereais, feijão, grão de bico ou pão integral, por exemplo;
  • Não comer alimentos com pimenta e evitar muitos condimentos ou frituras;
  • Usar uma almofada com uma abertura no centro quando se sentar;

Praticar exercício físico como caminhada, yôga ou hidroginástica, por exemplo. Para tratar as hemorroidas na gravidez, também pode ser necessária a ingestão de medicamentos ou a utilização de pomadas que devem ser sempre indicadas pelo obstetra, pois a grávida deve utilizar uma pomada para hemorroidas própria para a gravidez, como o Ultraproct ou o Proctyl. Saiba que pomadas aplicar para curar a hemorroida. A cirurgia para hemorroidas na gravidez só deve ser realizada se todas as alternativas de tratamento forem insuficientes, se a situação for insuportável para a mulher e se o bebê não correr nenhum risco.hemorroidas-na-gravidez

Sintomas de hemorroidas na gravidez
As hemorroidas da gravidez podem ser internas ou externas e os principais sintomas incluem:

  • Dor na região anal, principalmente ao evacuar, andar ou sentar;
  • Coceira no ânus;
  • Sangue vermelho vivo ao redor das fezes ou no papel higiênico após limpeza da região anal;
  • Saliências ou papos no ânus, no caso de hemorroida externa.
  • Se a grávida sentir algum destes sintomas, deve consultar o obstetra para ele avaliar a região anal e indicar o
  • tratamento adequado. Veja um ótimo remédio caseiro para hemorroidas na gravidez que é bastante eficiente.
    Por que aparecem hemorroidas na gravidez?
  • Ter hemorroidas na gravidez é normal devido ao aumento do peso corporal e da pressão exercida na região pélvica, à prisão de ventre e ao aumento da quantidade de sangue que circula pelo corpo da gestante que faz com que as veias da região anal dilatem e fiquem inchadas, originando as hemorroidas.
  • As hemorroidas na gravidez podem aparecerem em qualquer trimestre da gestação, mas são mais frequentes a partir do segundo trimestre de gravidez, pois o aumento do peso e a pressão exercida na pélvis é maior. No entanto, elas tendem a desaparecer no pós-parto, no máximo passados 3 meses.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.