O que é Sarampo, Sintomas, Transmissão e Como Tratar de forma simples e bastantes eficaz. Pois o Sarampo é uma doença infecciosa, que pode provocar epidemias, especialmente nas crianças. No Brasil, uma parte da população não está totalmente vacinada (ou seja, não tomaram as 2 doses), o que causa epidemias de Sarampo. O Sarampo é uma doença infecciosa, que pode provocar epidemias, especialmente nas crianças.

No Brasil, uma parte da população não está totalmente vacinada em certos locais, especialmente no Norte da Europa, a situação é oposta. Como exemplo tem-se o caso da Finlândia, cuja cobertura vacinal foi de 95% em 2006 e 2007 e nenhum caso de Sarampo foi registrado. O Brasil deve atingir uma taxa de 95% de cobertura vacinal para erradicar a doença e ter o mesmo sucesso da Finlândia.

O que é Sarampo, Sintomas, Transmissão e Como Tratar

O Sarampo é caracterizado geralmente por erupção cutânea e febre. Quando o tratamento não é totalmente eficaz, o Sarampo pode levar a complicações como encefalite (meningite), otite média, broncopneumonia e até cegueira (atingindo a córnea), como acontece em alguns países muito pobres da África. A doença é especialmente perigosa para mulheres grávidas.

O que é Sarampo:

O Sarampo é uma infecção altamente contagiosa e manifesta-se por alterações na pele chamado de “exantema eritematoso”, ou seja, a pele avermelhada com placas propensas a se unirem. É causado pelo vírus Morbilia vírus, o qual pode comprometer vários órgãos.

O médico árabe Ibn Razi (860-932) foi o primeiro a descrever a doença e o vírus foi isolado apenas em 1954. Porém, a sua vacina só foi desenvolvida em 1963. É a mais grave das doenças comuns da infância, provocando complicações graves e morte, as quais ocorrem em até 3 em cada 1000 casos.

Um indivíduo só pode contrair o Sarampo uma vez na vida. No Brasil, devido ao grande número de campanhas de vacinação contra o Sarampo, a taxa de mortalidade infantil não ultrapassa 0,5%.

Sintomas de Sarampo:

Altamente contagioso, o Sarampo é propagado por meio das secreções mucosas (como a saliva, por exemplo) de indivíduos doentes para outros não-imunizados. O período de incubação dura entre 10 e 14 dias. .

Os sintomas iniciais apresentados pelo doente são:

Após estes sintomas, geralmente há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias. Além disso, pode causar infecção nos ouvidos, pneumonia, diarreia, convulsões e lesões no sistema nervoso.

Transmissão:

A transmissão ocorre diretamente, de pessoa a pessoa, geralmente por tosse, espirros, fala ou respiração, por isso a facilidade de contágio da doença. Além de secreções respiratórias ou da boca, também é possível se contaminar através da dispersão de gotículas com partículas virais no ar.

Que podem perdurar por tempo relativamente longo no ambiente, especialmente em locais fechados como escolas e clínicas. A doença é transmitida na fase em que a pessoa apresenta febre alta, mal-estar, coriza, irritação ocular, tosse e falta de apetite e dura até quatro dias após o aparecimento das manchas vermelhas.

Tratamento e Prevenção:

Não existe uma medicação antiviral e nem tratamento especifico para o Sarampo, apenas se trata os sintomas, sendo a vacina a melhor medida para o combate à doença. A vacina contra o Sarampo é administrada em duas doses, em crianças no primeiro ano de vida e reforçada aos 6 anos.

Em geral, é aplicada a tríplice viral, que fornece imunidade para os vírus do Sarampo , rubéola, caxumba e mais recentemente varicela e em casos de riscos ou surtos, é administrada a vacina dupla viral, que protege contra a doença e a rubéola em adultos e crianças.

Podemos dizer que até o momento a doença permanece em estado de controle nas Américas, com áreas alguns casos confirmados. A questão que levanta preocupação é o fato da imunização de crianças menores de 1 ano não ser tão eficiente e hoje em dia vários casos ocorrem justamente em crianças nessa idade que ficam vulneráveis por um bom período. Existe também o constante estado de alerta para possíveis novos surtos.

O que é Sarampo, Sintomas, Transmissão e Como Tratar
4.8 (96%) 105 votes

Recomendados Para Você:

Olá, eu sou o Dr. Douglas Medrado. Sou médico, fisioterapeuta, celíaco e estudioso em alimentação saudável sem glúten. Dedico parte da minha vida em produzir conteúdo para ajudar as pessoas que sofrem com obesidade, diabetes e outras tantas doenças.