Scroll Top

alho diabetes dicas Dicas de Saúde

Os 12 Benefícios do óleo do Alho para Diabetes

O óleo de alho (Allium sativum) contém alicina, um princípio ativo cujas propriedades antibacterianas e antioxidantes podem trazer muitos benefícios para a saúde e a beleza. Sua ingestão trata o organismo de dentro para fora e sua aplicação externa ajuda no combate a bactérias que causam infecções na pele como a acne.

Como é extraído do óleo de alho: O óleo de alho é fabricado por dois métodos: através da destilação a vapor de dentes de alho frescos picados, ou pela imersão de alho fresco picado em óleo vegetal. O óleo extraído por destilação a vapor é mais puro, mais concentrado e também mais caro. O óleo feito pelo segundo método, por outro lado, é menos concentrado e mais comumente encontrado. Nas cápsulas de óleo de alho, em geral o conteúdo é de 1% de óleo de alho puro e o restante é composto por óleo vegetal. Um estudo publicado na revista Food and Chemical Toxicology alerta que o aquecimento pode reduzir os efeitos anti-inflamatórios do alho cru fresco. Por este motivo, é preciso que a extração do óleo seja feita em baixas temperaturas e o suplemento não deve ser exposto a muito calor.

Para que serve o óleo de alho: É difícil fazer uma lista dizendo para que serve o óleo de alho, dada a sua ampla utilização há milhares de anos. Os egípcios antigos já o utilizavam além dos fins culinários. Registros muito antigos já descrevem o seu uso para o tratamento de problemas respiratórios, má digestão, fadiga e no combate a parasitas intestinais. De acordo com a National Library of Medicine, um departamento do instituto americano de saúde, os benefícios do alho podem ser utilizados para várias condições ligadas ao sistema arterial e cardíaco, incluindo a aterosclerose, níveis elevados de colesterol, ataque do coração, doenças coronárias e hipertensão.
Em alguns seguimentos da medicina ele é usado para a prevenção de câncer de pulmão, próstata, mama, estômago, de cólon e retal.oleo-do-alho

Informações nutricionais do óleo de alho
Valores para uma porção de um copo ou 136 gramas

Nutriente / Concentração
Calorias: 203 kcal
Total de gordura: 0,68 g
Gordura saturada: 0,121 g
Gordura poli-insaturada: 0,339 g
Gordura monoinsaturada: 0,015 g
Sódio: 23 mg
Potássio: 545 mg
Carboidrato: 44,96 g
Fibras: 2,9 g
Açúcares: 1,36 g
Proteína: 8,65 g
Vitamina A: 0 mg
Vitamina C: 42,4 mg
Cálcio: 246 mg
Irídio: 2,31 mg

Atenção para a qualidade do óleo de alho que você está comprando: O alho produz uma substância química chamada alicina, responsável pelo seu cheiro característico, no entanto é ela também a responsável por muitos dos benefícios à saúde que ao alho promove. Alguns fabricantes submetem o alho a certos processos para torná-lo inodoro e, infelizmente, acabam reduzindo a quantidade de alicina e comprometendo a eficácia do produto. O método de extração do óleo do alho que envolve o esmagamento do dente de alho fresco é o que garante a maior concentração de alicina. Neste caso ele é vendido em cápsulas com revestimento entérico que segura o cheiro e também protege contra o ataque de ácidos do estômago.

Os benefícios do óleo de alho e como tomar: Aqui reuniremos algumas dicas de como tomar o óleo de alho e principalmente todos os benefícios que ele pode trazer à nossa saúde.
Trata infecções da pele: Aplicar óleo de alho na pele pode tratar várias infecções causadas por fungos e bactérias como micose, coceira na virilha e pé de atleta. Ele também pode ser aplicado para o tratamento de verrugas e calos. As propriedades anti-inflamatórias do óleo de alho fornecem alívio para psoríase porque ele proporciona um efeito calmante para a pele. Dica: Para aliviar a coceira causada por pé de atleta, mergulhe os pés em uma bacia com água morna e algumas gotas de óleo de alho.
Ajuda a acabar com a caspa e melhora a textura do cabelo: O óleo de alho é bom para o tratamento contra a caspa tanto quando ingerido na forma de cápsulas, quanto aplicado diretamente no couro cabeludo e ao longo dos fios de cabelo. Ele atua na remoção dos flocos de caspa, alivia coceira no couro cabeludo e o mantém hidratado, de forma que ajuda a prevenir que a caspa apareça novamente. O óleo de alho também contém uma grande quantidade de nutrientes que nutrem o crescimento dos cabelos e melhoram a sua textura. Muitas doenças do couro cabeludo podem ser impedidas através da utilização de óleo de alho. Isso porque ele é rico em enxofre, vitamina C, vitamina E, vitamina B1 e vitamina B6, todas essenciais para manter as raízes dos cabelos fortes e livres de quebras. Este composto também remove substâncias tóxicas que se formam no couro cabeludo levando à queda.
Dica: Aplique o óleo de alho no couro cabeludo e massageie bem com as pontas dos dedos. Deixe-o agir durante a noite e depois lave com um shampoo suave.

Ajuda a aliviar dores musculares: Muitos atletas tomam cápsulas de óleo de alho para tratar espasmos musculares e para obter alívio de dores no corpo após a prática intensa de exercícios.

Auxilia no controle dos sintomas da fibrose cística: Pesquisas sugerem que tomar óleo de alho macerado diariamente pode melhorar a função pulmonar em pessoas com fibrose cística, uma condição onde há acúmulo de muco nos pulmões e no pâncreas. Os princípios ativos do alho poderiam aliviar os sintomas e reduzir a necessidade de antibióticos em pessoas com esta doença que leva a infecção pulmonar.

 Ajuda a controlar os níveis de colesterol: Um estudo do American Journal of Nutrition relata que o óleo de alho, quando tomado em combinação com óleo de peixe, tem um grande efeito na redução do colesterol. A pesquisa sugere que a combinação dos óleos exibe a capacidade de diminuir as concentrações totais de colesterol LDL e de triglicerídeos em comparação com o uso do óleo de peixe isoladamente. Tomar o óleo de alho pode ajudar a reduzir o “mau” colesterol em até 15%.

Pode prevenir alguns tipos de câncer:De acordo com um estudo sobre substâncias anticancerígenas, feito nos Estados Unidos, os compostos dissulfeto de dialilo contidos no alho têm a capacidade de suprimir as células cancerígenas em tumores na mama. Este composto aumenta o efeito do ácido eicosapentaenoico, um supressor das células de câncer da mama, assim como também suprime o efeito do ácido linoleico, que por sua vez é um intensificador do crescimento destas células.Outros estudos também associam a substância à cura e à prevenção do desenvolvimento de células cancerosas no esôfago, pâncreas, estômago, próstata, cólon e outros órgãos.

Auxilia no controle do diabetes: Pessoas com diabetes do tipo 2 podem melhorar o controle da doença tomando óleo de alho. A alicina e outros compostos ativos no óleo como dissulfeto de dialilo e alila, presentes no alho, ajudam a elevar os níveis de insulina a níveis adequados no corpo. Estudos também sugerem que o óleo de alho pode ajudar a controlar o açúcar no sangue em diabéticos e a reduzir o risco de cardiomiopatia, uma forma de doença cardíaca induzida pelo diabetes.

 Trata infecções do ouvido: O óleo de alho é antisséptico, antiviral e antibacteriano. O seu uso para o tratamento de infecções do ouvido é duplamente benéfico porque ele age contra a atividade bacteriana que causa a infecção e também alivia a dor. Dica de uso: Dilua algumas gotas de óleo de alho em duas colheres de sopa de azeite, ou óleo de coco. Aqueça a mistura em fogo baixo e mantenha-a em um frasco de vidro fechado. Pingue duas ou três gotas do óleo no ouvido para tratar a infecção e aliviar a dor. O óleo pode ser mantido na geladeira por até cinco dias.

Atua na saúde do coração: A pressão arterial elevada é um dos principais motivos que causam doenças cardiovasculares, como ataques cardíacos e derrames. O óleo de alho tem compostos ativos que ajudam na redução da pressão arterial elevada. Ele têm propriedades capazes de manter o sangue mais líquido, de relaxar os músculos lisos vasculares e de desobstruir os vasos sanguíneos, evitando o risco de ateroscleroses.

Ajuda no tratamento de infecções: As propriedades antifúngicas e antibacterianas do óleo de alho o tornam excelente para o tratamento de infecções causadas por fungos e bactérias no nosso organismo.
A alicina, um de seus compostos ativos, também apresenta atividade antimicrobiana contra parasitas e vírus, tais como Escherichia coli, Candida albicans, e Giardia lambia, causadores de diversas infecções.

Alivia dores de dente: A alicina não só ajuda a reduzir a dor e a inflamação nas gengivas e raízes dos dentes como também reduz a atividade bacteriana e previne a cárie dentária. Dica de uso: Coloque um chumaço de algodão embebido em óleo de alho sobre o dente afetado e mantenha-o no local por cerca de 20 minutos. Repita o procedimento até quatro vezes ao dia para aliviar a dor e tratar e a infecção.alho-alho

Possíveis efeitos colaterais : Foram muito raros os casos de reações adversas relatadas após o uso do óleo de alho. Entre eles, podemos citar odor corporal pela transpiração, dores de estômago, azia, hematomas incomuns e hemorragias. Reações alérgicas ao produto também são raras, no entanto, procure imediatamente atendimento médico se notar qualquer um dos seguintes sintomas de uma reação alérgica grave: erupção cutânea, coceira, inchaço na face, língua ou garganta, tonturas e dificuldade para respirar.
As diferentes fórmulas do óleo podem conter açúcar e/ou álcool e por isso aconselha-se precaução em caso de diabetes, dependência de álcool, ou doença hepática.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.