Scroll Top

chá verde chás dicas Dicas de Saúde

Os 20 Benefícios do Chá Verde para Glicose

O chá verde é consumido há milhares de anos em países asiáticos. Originado de uma planta chamada Camellia sinensis, esse chá traz inúmeros benefícios para a saúde, já que é rico em substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias. No que diz respeito à perda de peso, o chá verde emagrece mesmo, e pode ser utilizado para potencializar os efeitos de uma dieta saudável e da prática de exercícios físicos.

Chá verde emagrece mesmo: como funciona: Vários estudos científicos já demonstraram que o chá verde ajuda a diminuir a gordura corporal. Isso porque uma catequina chamada epigalocatequina galato (EGCG) atua estimulando algumas enzimas que são responsáveis por controlar o metabolismo das gorduras. Essa catequina presente no chá verde incentiva as enzimas a quebrar as gorduras, assim, o organismo passa a utilizá-las de maneira mais eficaz, o que ajuda a emagrecer, já que as gorduras não ficarão depositadas no tecido adiposo. Esse efeito do chá também contribui para diminuir os riscos do surgimento de doenças como hipertensão e diabetes. Algumas pesquisas concluíram que as catequinas presentes no chá verde funcionam muito bem para prolongar a sensação de saciedade. Isso se deve à ação que elas exercem sobre os receptores de leptina, um hormônio que controla a sensação de saciedade. Assim, o chá verde emagrece porque também ajuda a diminuir a fome. Além disso, o chá verde emagrece graças a sua capacidade de acelerar o metabolismo, e ele pode ser considerado um alimento termogênico. Os polifenois presentes no chá verde têm a capacidade de inibir uma enzima, e juntos com a cafeína que faz parte da composição do chá, aumentam o seu poder de termogênese e sua capacidade de oxidação das gorduras. Esses efeitos proporcionam aceleração do metabolismo, maior queima de energia, e melhor utilização da gordura armazenada no corpo, o que resulta em emagrecimento.

Quem pode beber? O chá verde pode ser apreciado por todas as pessoas, se consumido com moderação. Por seus efeitos comprovados na redução de doenças cardiovasculares, a bebida é um excelente alimento para hipertensos. Já para quem deseja emagrecer, o consumo regular de chá verde solúvel, aliado a exercícios de musculação, é uma boa dica. Com relação às mulheres grávidas, a professora destaca estudos que demonstram que elevadas doses de catequina (um dos compostos do chá) poderiam levar a uma deficiência de ácido fólico no feto. Mas ela ressalta: “Esses estudos não foram realizados em humanos, mas sim em animais, com dosagens extremamente elevadas de catequina. Existem poucas pesquisas que avaliaram esse risco entre grávidas”. A melhor opção nesse caso é consultar o médico que acompanha a gestante.

Qual a dose ideal? Dois copos de chá verde solúvel por dia são suficientes. A professora explica que os compostos da erva que efetivamente produzem os efeitos desejáveis à saúde são os chamados polifenois. “A ingestão diária de 320 mg a 350 mg de polifenois é suficiente para fornecer todos os benefícios almejados. Isso corresponde a dois copos do chá solúvel: cerca de 10g da erva e 200ml de água”, conta. Ela conclui: “É importante também que a pessoa consuma doses adequadas e com uma frequência regular”. O excesso da bebida pode sobrecarregar o fígado, causar irritações na mucosa do estômago e trazer insônia e irritabilidade.chá-verde-emagrece

Há um horário adequado para consumi-lo? Para que os resultados sejam alcançados, é interessante que o consumo seja diário, mas, não há um horário fixo para a ingestão. Para os praticantes de atividades físicas a bebida deve ser ingerida antes do esforço. “Os compostos bioativos agem beneficamente no aumento da termogênese, o que aumenta a velocidade do gasto calórico do organismo e potencializa a perda de peso”, ela explica. Já para pessoas com problemas de sono, o consumo deve ser evitado no período da noite, no máximo três horas antes de dormir, pois o chá contém cafeína.

Açúcar ou leite cortam os efeitos? Adoçar ou adicionar leite ao chá verde não bloqueia seus benefícios. Mas uma hipótese possível, destaca a professora, é de que a adição exagerada de açúcar possa camuflar sua ação. “Sabemos que a ingestão demasiada desse carboidrato oferece diversos riscos à saúde”, alerta. Para quem tem o hábito de adicionar leite ao chá, realizado em 2000, na Holanda. A pesquisa dividiu os participantes em dois grupos: um deles ingeriu o chá verde com leite e o outro, o chá com água. “Ambos os grupos apresentaram teores elevados de compostos antioxidantes no plasma,

Principais dicas sobre o chá verde: O chá pode ser consumido sem contraindicações, mas nunca em excesso. Dois copos, cerca de 200ml, de chá verde solúvel por dia são suficientes. Estabeleça uma frequência diária de consumo. Para produtos industrializados, é aconselhável ingerir as bebidas que indiquem a presença do extrato concentrado do chá. Fique atento ao tempo de fervura. Se armazenado, o chá verde perde muitas de suas propriedades ativas. Por isso, o consuma, preferencialmente, logo após o preparo. Ingerido antes das atividades físicas, o chá verde aumenta a velocidade do gasto calórico.

Tipos de chá: Embora sejam todos obtidos a partir da mesma planta – Camellia sinensis – os chás podem ser divididos em preto, verde, branco e olongo, de acordo com a oxidação sofrida pelas folhas. Enquanto o chá preto passa por mais etapas de processamento (e tempo de oxidação), o chá verde tem oxidação mínima – característica que ajuda a preservar suas substâncias benéficas à saúde. O chá olongo tem propriedades intermediárias entre o preto e o verde, e o chá branco é produzido com botões que cresceram e não sofreram oxidação (apesar de não ter clorofila, há quem diga que ele seria tão ou até mais poderoso que o chá verde).

Vantagens do chá verde

Anti Envelhecimento: Os radicais livres no corpo são responsáveis pela corrosão do corpo, ou seja, pelo envelhecimento e sintomas associados. O principal trabalho de anti-oxidantes é neutralizar os oxidantes e radicais livres presentes no corpo e o chá verde é muito rico em antioxidantes. A catequina de polifenóis presentes no chá verde são os principais responsáveis pelo seu efeito anti-oxidante. Assim, o consumo regular de chá verde pode efetivamente atrasar os sinais de envelhecimento.
Protege os Pulmões: O chá verde protege você contra o cancro de pulmão, reduzindo o dano celular provocado pelo fumo do cigarro.Um estudo realizado pela Universidade do Arizona, descobriu que ele reduz o dano celular em cerca de 25%.
Estimulante: A principal razão pela aceitação de qualquer tipo de chá, é o seu efeito estimulante. Este efeito, mais uma vez, é devido à cafeína e taninos presentes no mesmo. Cafeína e taninos, apesar de seus efeitos adversos sobre a saúde a longo prazo, são muito bons como estimulantes. Por isso, uma chávena de chá faz você se sentir fresca e cheia de energia. O chá é ideal para combater a fadiga, preguiça, sonolência e falta de energia e melhora a circulação sanguínea. É por isso tão popular com qualquer tipo de profissionais, donas de casa e estudantes.
Osteoporose: Estudos mostram que ao beber pelo menos 2 chávenas de chá verde por dia ajuda a preservar a densidade óssea e reduzir o risco de osteoporose.
Estimular a imunidade: Pesquisas mostram que pessoas que bebem regularmente chá verde são menos propensas a infecções virais e bacterianas. A mensagem é clara. O chá verde aumenta a imunidade. O chá verde impede as bactérias e vírus de se unirem às paredes celulares e assim infectá-las. Esta propriedade anti-microbiana também protege contra o mau respirar, disenteria, diarreia, a cárie dentária, indigestão, gripes, tosse e constipações, colite… que são causadas por fungos e ação microbiana.
Adstringência: Ao provocar a contração dos músculos e tecidos tonifica os músculos e pele. Mesmo se você não quiser beber o chá verde, um enxaguatório bucal simples fará com que a contração na gengiva seja suficiente para evitar a queda dos dentes por muito tempo. Também resulta para o cabelo.
Anti-cancerígeno: Além do envelhecimento, os radicais livres também são responsáveis por causar certos tipos de cancro. O chá verde neutraliza esses radicais livres, preveni a formação de agentes cancerígenos como as nitrosaminas e reduz as probabilidades de contrair cancro. O chá verde está agora a ser usado clinicamente na prevenção de cancro, particularmente aqueles relativos ao cólon, reto , pâncreas e intestino.
Reduz o colesterol: O chá verde tem sido eficaz na redução do colesterol, provavelmente devido à sua natureza alcalina.
Saúde Cardíaca e Arterial: Alguns componentes do chá verde impedem o sangue de ficar mais espesso, reduzindo assim as probabilidades de esclerose arterial, trombose, doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais.
Anti Diabético: Se não for tomado com o açúcar, a natureza alcalina do chá verde ajuda a reduzir o nível de glicose no sangue. Além disso, os seus constituintes garantem uma boa saúde e um melhor funcionamento do pâncreas e melhor secreção de insulina, resultando assim numa melhor decomposição e absorção de açúcar. Isto ajuda a manter-se livre de diabetes.

  • Aumenta as atividades de insulina
  • Promove o metabolismo da glicose
  • Bloqueia a absorção de glicose.

Perda de Peso: Acredite ou não, o chá verde também ajuda a perder peso aumentando a taxa de metabolismo.
Aumenta a resistência: Basta ter uma chávena de chá verde quente após um rigoroso exercício físico e dentro de pouco tempo você estará pronto para mais alguns exercícios. Ainda não viu nenhum atleta a tomar isso? Então olhe para o o Japão e China , onde é a bebida mais popular entre os praticantes de Artes Marciais.
Acalma o stress: Contém um composto especial chamada tanino, que é conhecido por estimular as ondas cerebrais alfa, acalmar o corpo, e promover a consciência relaxada.
Inebriante: O chá verde é o melhor remédio para se livrar das ressacas e do cansaço causado pelo consumo de bebidas alcoólicas e falta de sono. Um copo grande de chá verde com limão , sente-se como se nada tivesse acontecido. O chá verde com o sumo de limão é popular por cortar o efeito do álcool. Quando quiser tomar este chá pode também optar por comprimidos ou pastilhas. Se você optar por esta via, consulte sempre um médico primeiro. Desta forma, você pode saber se podem interagir com os medicamentos que você está a tomar, e se irá ter possíveis efeitos colaterais.

 benéficos do chá verde: O chá verde emagrece mesmo, mas esse não é o único benefício que ele traz para a saúde.

 Ação antioxidante: As catequinas do chá verde tem ação antioxidante, e ajudam a combater os radicais livres presentes no organismo. Graças a esse poder antioxidante, o chá verde ajuda na prevenção de doenças graves como diabetes, câncer e doenças cardiovasculares. A ação antioxidante também combate o envelhecimento precoce da pele.

 Ajuda a combater o colesterol ruim: As catequinas EGCG ajudam a combater o colesterol ruim (LDL), isso porque elas reduzem a absorção do colesterol proveniente de alimentos. Algumas pesquisas demonstraram que alguns polifenois (taninos) presentes no chá verde também ajudam a reduzir o colesterol no organismo.

Ajuda a melhorar o humor: O aminoácido L-teamina também está presente no chá verde. Esse aminoácido aumenta a produção de dopamina e serotonina no cérebro, sendo que esses dois neurotransmissores estão relacionados à sensação de bem-estar. Além disso, o aminoácido também aumenta a concentração de ondas alfa no cérebro, o que deixa a pessoa mais relaxada. Os flavonoides do chá verde diminuem a ansiedade e o estresse.

 Melhora a digestão: O chá verde estimula a flora intestinal, melhorando a digestão. Isso reflete positivamente em todo o organismo, até mesmo na otimização do sistema imunológico. Como preparar e como tomar o chá verde para emagrecer Como vimos, o chá verde emagrece e traz vários outros benefícios para a saúde, portanto, compensa tomá-lo diariamente. Sempre que for possível, você deve utilizar as folhas da planta, pois as versões em pó, em cápsulas e em saquinhos não preservam os nutrientes importantes e originais.

Pode melhorar cognição de pessoas com síndrome de Down:  Na semana passada, um estudo publicado na revista The Lancet Neurologia mostrou que um composto do chá verde foi capaz de melhorar as habilidades cognitivas de pessoas com síndrome de Down. É a primeira vez que um tratamento demonstra eficácia na melhora cognitiva de pessoas com essa síndrome, principal autora do estudo e neurocientista do Centro de Regulação Genômica de Barcelona, na Espanha. Embora significativos, os resultados, contudo, não devem ser interpretados como uma “cura”. Mas pode ser uma ferramenta para melhorar a qualidade de vida dessas pessoas – afirmou a especialista.

Estimula o cérebro: Pesquisadores da Universidade de Basel, na Suíça, relataram evidências de que o extrato do chá verde aumenta as funções cognitivas, em particular a memória. Os resultados sugerem implicações clínicas promissoras para o tratamento de deficiências nos transtornos psiquiátricos como a demência. Nesta investigação, do Hospital Universitário de Basel, descobriu que o extrato do chá verde aumenta a conectividade eficaz do cérebro, ou seja, a influência que uma área do cérebro exerce sobre outra. Esse efeito também levou a uma melhoria no desempenho cognitivo real.

Pode proteger contra o câncer: Cientistas do Institute of Food Research, do Reino Unido, encontraram evidências de que o chá verde pode proteger o organismo contra doenças crônicas, como o câncer. De acordo com o autor do estudo, o chá verde tem polifenóis que podem bloquear a formação de células cancerígenas.

Diminui os níveis de glicose no sangue: Rico em antioxidantes, o chá verde ajuda a reduzir a glicose no sangue. O benefício foi comprovado por uma pesquisa desenvolvida na Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

Pode proteger contra o Alzheimer: Pesquisadores da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, descobriram que um composto encontrado no chá verde, quando aliado à prática de exercícios, pode retardar a progressão do Alzheimer. Na experiência feita com camundongos, os pesquisadores conseguiram até reverter os efeitos da doença.  Futuros estudos feitos a partir do extrato de chá verde e de outros produtos vegetais, também conhecidos como nutracêuticos, estão sendo trabalhadores – afirmou Graça Sun, professora de bioquímica e líder do estudo.

 Ajuda a emagrecer: Em 2011,um grupo de pesquisadores da PUCRS descobriu que o chá verde tem resultados positivos na redução de peso e do tamanho da cintura. O estudo foi feito com idosos e teve resultado benéfico mesmo para aqueles que não faziam exercícios físicos.  Autora da pesquisa, inseriu o chá verde na dieta de 45 pacientes do ambulatório do Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUCRS. Os participantes, com média de 72 anos, foram divididos em dois grupos: um consumiu três xícaras de chá verde de 200 ml diariamente durante dois meses, enquanto o grupo de controle não ingeriu a bebida no período. Por meio de pesagem, medição da pressão arterial e da circunferência abdominal a cada 30 dias, e coleta de sangue no início e no fim do estudo, os resultados mostraram que o grupo que incluiu o chá verde na alimentação, mesmo sem atividades físicas e dieta equilibrada, teve uma redução de cerca de 1,2 kg no peso total e de 2,7 cm da circunferência da cintura.

Na boca: O seu dentista vai negar até o fim, mas a verdade é que o chá verde parece ter efeito inibidor em bactérias que temos na boca combatendo o mau hálito, dor de garganta e cáries. O mesmo estudo mostrou que o chá verde poderia combater também vírus presentes na boca.

Previne e pode ‘bloquear’ o câncer: Substâncias contidas no chá verde previnem a oxidação das células e combatem os radicais livres sugerindo que ele é capaz de prevenir todos os tipos de câncer. Um estudo em ratos mostrou que o chá verde pode prevenir câncer de cólon em mais de 50% dos casos. Mas caso o tumor apareça há 80% menos chance dele ser maligno e seu crescimento também é mais limitado. Cinco ou mais xícaras de chá verde por dia podem cortar pela metade a chance de surgimento de câncer de próstata avançado. Extrato de chá verde também mostrou que pode aumentar a quantidade de enzimas que combatem as células cancerosas. O chá verde pode ajudar em muitos tratamentos contra o câncer e também previne câncer de estômago. O risco de mortalidade é menor para mulheres com câncer de mama que consomem os antioxidantes do chá verde. Compostos existentes no chá também se mostraram eficientes contra câncer de pâncreas, de esôfago, pulmão, pele… » Reduzindo seus riscos de câncer de mama

Ajuda a dormir melhor: Um estudo mostrou que o chá verde pode neutralizar os efeitos neurológicos negativos da apneia. Ela está ligada ao surgimento de várias outras doenças, dificuldades cognitivas e risco de acidentes. A causa parece estar ligada ao fato de que o chá verde ajuda a evitar a oxidação (e morte) dos neurônios durantes os episódios de falta de oxigênio causado pela apneia.

Reduz o risco de derrame: Mulheres que bebem cinco ou mais xícaras de chá verde por dia tem até 62% menos chance de morrer de derrame. Para homens o risco cai para 42%. Mas as diferenças podem residir no fato do estudo haver sido feito com mais voluntários masculinos que fumavam do que mulheres. » Cérebro gay é igual ao do sexo oposto

Previne e retarda doença de Alzheimer: As mesmas substâncias que parecem prevenir o câncer no chá verde evitam que se forme uma proteína que cria placas no cérebro e levam à demência chamada de doença de Alzheimer. Experimentos mostraram redução de 54% no acúmulo das placas no cérebro de roedores. Este efeito ocorre, pois compostos presentes no chá verde inibem a atividade de uma enzima que destrói a acetilcolina, uma importante substância encontrada nos neurônios. » As 10 piores coisas que fazem bem para você

Previne e reduz artrite: Substâncias químicas contidas no chá verde podem bloquear a enzima que destrói cartilagem e leva à dolorosa artrite. O chá deveria ser bebido como profilático para evitar a doença, segundo médicos. » Porque nossas articulações estalam? Isso as ‘engrossa’?

Combate a AIDS: Cientistas japoneses descobriram que um componente químico do chá verde pode evitar que o HIV se conecte a células saudáveis do sistema imunológico evitando que o vírus se espalhe e que destrua as células imunológicas.

Protege contra doença de Parkinson: Doença de Parkinson é causada pela perda de neurônios produtores de dopamina, que controla os movimentos. Os antioxidantes do chá verde, ao reduzir a oxidação dos neurônios estariam contribuindo para a redução do avanço e prevenção da doença.

Bom para o coração: Doença cardíaca é a maior causa de mortes em todo o mundo. Um estudo recente descobriu que o chá verde melhora o fluxo sanguíneo e a habilidade de relaxamento das artérias. Estudos também mostraram que o chá verde ajuda a manter saudáveis os níveis de colesterol.

É ‘mais saudável’ que beber água: O chá verde não apenas hidrata você da mesma maneira que a água faz, mas também traz a você todos os benefícios para a saúde que mencionamos acima, e possivelmente alguns outros ainda não descobertos. Mas é claro que você não deve adicionar açúcar para evitar ganhar peso

Como fazer: Para fazer o chá verde você não deve ferver a água, pois o calor excessivo pode acabar com os nutrientes. Coloque 500 ml de água numa vasilha e leve ao fogo, deixe até começar a aparecer as primeiras bolhas. Retire do fogo e acrescente 2 colheres de sopa de folhas de chá verde. Tampe a vasilha e deixe ficar morno, depois coe e coloque o líquido em uma garrafa térmica. As propriedades benéficas do chá verde permanecem intactas por apenas 24 horas.

Como tomar: Os especialistas recomendam ingerir no máximo 2 xícaras de chá verde por dia. Se você ultrapassar essa quantidade, poderá sofrer com efeitos colaterais.cha-verde

Efeitos colaterais do chá verde: O chá verde emagrece e é bom para a saúde, no entanto, quando tomado em excesso, ele pode provocar vários efeitos colaterais. A cafeína presente no chá verde pode provocar insônia. Além disso, ela pode aumentar a secreção gástrica, o que pode provocar gastrite. Grandes quantidades de chá verde também podem trazer prejuízos no que diz respeito à absorção de nutrientes como o cálcio e o ferro. Por causa desse efeito, você não deve tomar chá verde junto com as refeições.

Contraindicações do chá verde: Veja abaixo para quais grupos de pessoas o uso de chá verde é contraindicado:

  • Pessoas com hipertireoidismo;
  • Pessoas que sofrem com hipertensão, irritações gástricas e glaucoma;
  • Gestantes;
  • O chá verde pode interagir com alguns remédios, em especial com medicamentos que estimulam o sistema nervoso simpático, portanto, se você estiver tomando algum remédio, consulte seu médico antes de fazer uso do chá.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.