Dicas de Saúde

Pontada 9 Maneira de evitar o problema

Pontadas do lado do ventre(uma dor aguda) causadas por espasmo do diafragma. Acontecem quando o diafragma, músculo que se encontra entre o tórax e o abdome, não obtém o oxigênio de que necessita.”Ás vezes, ao corrermos, bloqueamos o fluxo de sangue para o diafragma”, explica o médico. “Toda vez que você eleva o joelho, contrai os músculos abdominais que aumenta a pressão do abdome. Ao espirar profundamente, os pulmões se expandem mais do que durante a respiração superficial normal. A dupla pressão dos músculos contraídos embaixo e dos pulmões expandidos em cima, pode interromper o fluxo de sangue para o diafragma”. Incapaz de obter todo o oxigênio de que necessita, o músculo entra em espasmo e manifesta-se a dor. Se você não respirar regularmente, poderá sentir pontadas ao correr ou caminhar ou mesmo rir. Veja como resolver o problema.

Pare. Quando a dor atacar, pare o que estiver fazendo. Você precisa relaxar para acalmar o músculo em espasmo.

Comprima a região. Use três dedos para comprimir a área onde a dor é mais acentuada, até passar. Ou use três dedos para massagear a zona dolorosa. Muitas vezes basta para aliviar a dor.

Expirar profundamente. Ao começar a controlar a câimbra do diafragma, inspire fundo, em seguida semicerre os lábios e expire com toda a força. Repita a manobra. A inspiração seguida de expiração profunda funciona como a ioga, diz Balboa, massageando o músculo contraído.

Respire: para dentro e para fora. Continue a massagear o diafragma do lado dolorido e comece a manter a respiração em ritmo lento e regular. Mantenha um ritmo fixo, ajuda a conseguir esse objetivo

Vá devagar e caminhe. Se estiver caminhando ao sentir uma pontada, ás vezes basta reduzir o ritmo para que ela se vá. Ao ceder a pontada, reassuma o ritmo normal.

Respiração abdominal. Antes de sair para caminhar ou correr novamente, saber como respirar para prevenir as pontadas. Balboa sugere primeiro um teste: o que se moveu? Se apenas o tórax, você só está respirando com a cavidade torácica, que não é o bastante. Para combater a pontada, você precisa envolver o diafragma no exercício respiratório. Uma forma de saber é movimentando o tórax e o ventre durante a respiração. Fique de olho na barriga. Inspire. Expire. Deve mover-se para dentro e para fora. As pessoas precisam sair daquela sua postura militaróide para praticar exercícios confortavelmente. Além disso, quem vai observar você estufando a barriga ao caminhar ou correr? Ao praticar a respiração abdominal, respire profundamente. Expire profundamente. Conscientize-se de sua respiração durante  o exercícios e em questão de algumas semanas a respiração diafragmática se tornará um hábito.

Massageie o diafragma. Como qualquer músculo, o diafragma precisa estar aquecido antes de qualquer exercício. Portanto, antes de alongar as pernas, propicie ao diafragma uma massagem respiratório e coloque-o em condições de funcionamento. Sente-se no chão e coloque uma das mãos no tórax, a outra no ventre. Ao respirar, veja se ambas se movimentam para cima e para baixo. A indicar que você está usando toda a sua capacidade respiratória, inclusive o diafragma. Quando aquecido, terá menor probabilidade de espasmo.pontada-pontada

Respire o tempo todo. As pessoas naturalmente prendem a respiração quando ficam assustadas, estão com frio, ou quando querem evitar a dor. Se você se permitir sentir as próprias emoções, sem tentar prender a respiração, talvez consiga respirar naturalmente quando o exercício exigir um fluxo constante de ar.

Uma outra causa. Embora as pontadas sejam causadas pelo espasmo diafragmático, alguns andarilhos e corredores tem sensação semelhante por retenção de gás. Qualquer atividade aeróbica diminui ou detêm o processo digestivo com desvio do sangue para a musculatura. Por isso os corredores tem diarreia se beberem muita água durante uma corrida. Cuidado com que você come e quando come ao pratica ginástica. Coma fibra em abundancia. Procure evacuar antes de começar qualquer exercício, se você for propenso a pontadas.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.