Proteínas – O que são, Fontes, Benefícios e Deficiência que todos precisam conhecer. No entanto, as Proteínas são de suma importância para o organismo humano. As Proteínas, compostos orgânicos bastante abundantes, são constituídas por aminoácidos que formam cadeias entre si por intermédio de ligações petídicas.

 

Esses aminoácidos são formados por um carbono, um ácido carboxílico, uma amina e um radical, o qual varia de aminoácido para aminoácido. Geralmente, para ser considerada uma proteína, a cadeia deve apresentar mais de setenta aminoácidos. Quando a cadeia é menor, o termo adequado é peptídeo. As Proteínas de origem vegetal são consideradas incompletas por serem pobres em aminoácidos essenciais, que são aqueles que o nosso organismo não produz. Já as Proteínas de origem animal são completas, uma vez que contêm os aminoácidos essenciais.

O que são Proteínas?

As Proteínas são macromoléculas biológicas constituídas por uma ou mais cadeias de aminoácidos. Elas estão presentes em todos os seres vivos e participam de praticamente todos os processos celulares, desempenhando um vasto conjunto de funções no organismo, como a replicação de ADN, a resposta a estímulos e o transporte de moléculas. Muitas delas são enzimas que catalisam reações bioquímicas vitais para o metabolismo.

Elas têm também funções estruturais ou mecânicas, como é o caso da actina e da miosina nos músculos e das Proteínas no citoesqueleto, as quais formam um sistema de andaimes que mantém a forma celular. Outras são importantes na sinalização celular, resposta imunitária e no ciclo celular.

As Proteínas diferem entre si fundamentalmente na sua sequência de aminoácidos, que é determinada pela sua sequência genética e que geralmente provoca o seu enovelamento numa estrutura tridimensional específica que determina a sua atividade.

Principais Fontes de Proteínas:

As Proteínas de origem animal são as mais completas e melhores absorvidas pelo nosso organismo. Mas isso não significa que os vegetarianos têm uma dieta pobre dessas substâncias. Nesses casos, o indicado é que se consuma uma combinação de grãos e cereais. Confira os alimentos mais ricos em Proteínas:

Outras fontes de proteína de origem animal:

  • Leite integral ou desnatado
  • Queijo cottage
  • Iogurte natural
  • Ovos inteiros

Agora que você já conhece as principais fontes desses aminoácidos, confira também, quais são os Benefícios das Proteínas Para Saúde:

Benefícios das Proteínas Para Saúde:

Promovem a Saúde do Coração:

Alguns estudos mostram que uma relação inversa entre a ingestão de proteína e o risco de doença cardíaca tem sido observada em adultos, pois dietas de proteína mais altas aparecem entre os remédios naturais para a pressão arterial elevada. Além disso, a substituição de alimentos com hidratos de carbono, com proteína resulta em níveis mais baixos de colesterol LDL e triglicerídeos de LDL.

As dietas de proteína mais elevadas equilibram o açúcar no sangue e tendem a ajudar a prevenir outras causas relacionadas a doenças cardíacas, incluindo obesidade e diabetes.

Favorecem a Boa Digestão:

O suco gástrico e as enzimas digestivas são formados por Proteínas, responsáveis por quebrar os alimentos em partículas menores que serão absorvidas pelo intestino. Além disso, as células do intestino possuem transportadores que são formados por Proteínas e que funcionam como portas que permitem a entrada dos nutrientes digeridos no organismo.

Fornecem Energia:

Além dos carboidratos e das gorduras, as Proteínas também podem ser utilizadas como substrato para produzir energia no organismo e regular a glicemia, especialmente em dietas pobres em carboidratos. Cada grama de Proteínas fornece 4 kcal, a mesma quantidade fornecida pelos carboidratos.

Ajudam em Recuperações Pôs Cirurgia:

As Proteínas são a base principal da formação de novos tecidos, sendo necessárias para recuperar problemas como feridas e cortes de cirurgias. Elas formam partes essenciais do corpo, como vasos sanguíneos, tecido conjuntivo, células, colágeno e pele, sendo importante ter um consumo adequado de Proteínas após grandes cirurgias, como cirurgia cardíaca e transplante de órgãos.

Favorecem a Saúde Óssea:

Muitos estudos agora mostram que existe uma associação positiva entre comer mais alimentos com Proteínas e melhorar a saúde óssea. Os efeitos da proteína nos ossos também se relacionam com os alimentos específicos com proteína que estão sendo consumidos, e a ingestão de nutrientes importantes para a construção óssea como cálcio e magnésio.

Mantem a Saúde dos Nervos:

Os neurotransmissores como adrenalina e acetilcolina são feitos de Proteínas, e são os responsáveis por transmitirem os impulsos nervosos que geram os pensamentos, as emoções e os comandos que fazem todo o organismo se movimentar e funcionar adequadamente.

Ajudam na Perda de Peso:

Embora alguns estudos de pesquisa mostrem resultados conflitantes em relação a dietas ricas em Proteínas versus dietas de baixa proteína, para manter um peso ideal ou perder peso rapidamente. Há muitas evidências de que a proteína ajuda a fazer você se sentir cheio e pode evitar o excesso de comida.

Ajudam a Equilibrar os Hormônios:

Os hormônios também são substâncias no organismo formados por Proteínas, e por isso para ter um bom equilíbrio hormonal é necessário consumir adequadamente este nutriente. Problemas como Síndrome dos Ovários Policísticos, estresse ou ansiedade podem ser causados por alterações hormonais, e uma alimentação equilibrada é essencial para melhorar os sintomas e tratar as doenças.

Reduzem os Níveis de Açúcar:

A insulina é um hormônio que é necessário para que os carboidratos, as gorduras e as Proteínas sejam metabolizados. No entanto, os carboidratos requerem muito mais insulina do que a gordura ou proteína.

A principal determinação dos níveis de açúcar no sangue é a resposta do índice glicêmico dos alimentos que você come. Ao comer alimentos com alto teor de carboidratos e açúcar, resulta em flutuações nos níveis de açúcar no sangue; comer proteína faz o contrário.

benefícios das proteinas

Sinais de Excesso de Proteínas:

É muito comum ver pessoas que retiram os carboidratos da dieta alimentar, visando uma perda de peso rápida, e investem apenas no consumo de Proteínas. Isso é um enorme erro, uma vez que o organismo precisa de uma grande variedade de nutrientes e cada um exerce uma função específica em nosso corpo.

O consumo excessivo de Proteína pode sobrecarregar o fígado e os rins, entupir as artérias devido ao acúmulo de gordura e aumentar os níveis de colesterol ruim (LDL) no sangue. Além disso, pode fazer com que o corpo perca muita água e prejudicar o bom funcionamento do coração. Por isso, a importância de uma alimentação balanceada e, de preferência, com recomendação médica ou de um nutricionista.

Recomendados Para Você:

Escrito por

Douglas Medrado

Olá, eu sou Douglas Medrado. Dedico parte da minha vida em produzir conteúdo para ajudar as pessoas que sofrem com obesidade, diabetes e outras tantas doenças.