Doenças e Tratamentos

Psoríase – 19 Causas Tratamentos Úteis

A psoríase é comumente confundida com “apenas um problema de pele”. Mas, na verdade, ela é uma doença crônica (de longa duração) do sistema imunológico. Embora a causa exata da psoríase seja desconhecida, cientistas acreditam que o sistema imunológico ativa por engano uma reação nas células cutâneas, o que acelera o ciclo de crescimento das células cutâneas. A psoríase em placas, a forma mais comum da psoríase, causa a formação de manchas que coçam na pele, áreas avermelhadas e lesões espessas e escamosas. A psoríase é como a dos outros porque é diferente, absolutamente peculiar. O que dá certo com uma pessoa pode não dar certo com com a outra. O que pode dar certo para ela  pode não dar com a outra. O tratamento, seja qual for, dá certo da primeira vez, dá mais ou menos da segunda e da terceira não funciona mais. Você não sabe por que tem psoríase.

Acrescente causa desconhecida e misture com cura também desconhecida e se tem a receita da frustração. É fácil entender por que médicos, especializado no assunto, diz no que tange á psoríase a medicina moderna é absolutamente inadequada.

A psoríase é uma doença em que as células cutâneas atacam ás cegas. Normalmente, a pele se renova em trinta dias, é o tempo que leva para uma célula da camada celular mais interna chegar á superfície. Na psoríase, essa célula chega em 3 dias, como se o corpo tivesse perdido o freio. O resultado disso são zonas em relevo, chamadas placas, que se tornam bem vermelhas e coçam. Depois das células chegarem á superfície, morrem como as células normais, mas são tantas que as placas ficam esbranquiçadas, graças ás células mortas em descamação.psori

A psoríase costuma evoluir em ciclos de exacerbação e remissão, e os surtos de exacerbação ocorrem sobretudo no inverno. Ás vezes desaparece durante meses ou anos. Pode melhorar ou se agravar com a idade. Sem causa, não há cura. Mas há muitas coisas que você pode fazer por conta própria. Tenha em mente, entretanto, que o que funciona para outra pessoa pode não funcionar para você. Você tem de experimentar e traçar seu próprio plano.

Veja aqui algumas estratégias para experimentar:

Adotar nova atitude: O mais importante é aceitar o fato de ter psoríase e procurar aprender a controlar e a prevenir casos de maior gravidade. Não pesca energia se amolando com qualquer coisa que apareça na pele.

Não há lei que diga que a pessoa com psoríase tenha de se livrar de cada escama que aparece na corpo. Aviso a todos: É preciso muito esforço para ficar 80% limpo. Para os 20% finais, é o que você deve fazer. Nunca digo que a pessoa tem de aprender a conviver com a doença. Quando se esgotam todas as possibilidades terapêuticas, quando já se percorreu todas de A a Z, você retorna á primeira. A psoríase brada pode ser completamente controlada seguindo essas condutas.

Lubrificar o chassi: Os emolientes são os primeiros na lista dos dermatologistas, entre os medicamentos vendidos sem receita médica. A pele psoriática é seca, e isso significa o agravamento da doença, descamação e prurido. Os emolientes ajudam a pele a reter água. O emoliente tanto pode ser o seu óleo de corpo preferido ou algo como vaselina. São mais eficazes quando aplicados após o banho, quando ainda se está úmido. Recomenda-se uma loção que contenha mentol e cânfora para diminuir a coceira.

Vá em buscar do sol. Com  dose regulares de sol intenso, 95% dos pacientes com psoríase melhoram. “A doença parece ser pior no inverno ou em clima úmido ou variável ao ponto de se ter de considerar a mudança para região quente e seca”. É a luz ultravioleta que combate a psoríase, são os que agem mais depressa. No entanto, são também esses raios que aumentam o risco de câncer. Podem também fazer surgir nos psoríacos lesões em outras áreas do corpo.

Use protetor solar. “Os benefício dos banhos de sol suplantam o risco de câncer de pele e de disseminação da psoríase, se usar protetor solar nos lugares não acometidos e se só expuser as áreas atingidas á luz forte do sol”.

Lâmpadas ultravioleta. Você pode compra uma lâmpadas de luz ultravioleta para trata as placas de psoríase. Cada pessoa precisa varia o tratamento.

Alcatrão da hulha. As pomadas de alcatrão podem ser eficaz em caso brando de psoríase. Você pode explicar o alcatrão diretamente ás placas ou toma um banho de imersão em óleo de banho alcatrão e trata o couro cabeludo com xampu de alcatrão. Como esse produtos tem cheiro e podem manchar, costumam ser removidos com lavagem de tipos de um certo período de tempo. Entretanto, alguns tipos podem ser deixados na pele era aumentar o efeito da luz do sol ou da radiação ultravioleta artificial. “O alcatrão deixa a pele sensível ao sol, portanto, cuidado”.

Ele observa que alguns produtos novos são um pouco mais elegantes e cosmeticamente mais aceitáveis (gel). Não cheiram como o alcatrão e podem ser usados diariamente e removido com facilidade. Cumpre advertir: se qualquer produto do alcatrão causar ardência ou irritação, deixe de usá-lo. Além disso o alcatrão nunca dever ser usado em lesão aberta.

Calor e umidade. Os banhos e as piscinas térmicas são excelentes para psoríase. Achatam as placas e eliminam a descamação. No entanto, a água quente pode agravar.

Frio e umidade. Um banho de água fria, talvez com duas xícaras de vinagre de maçã, é excelente para o prurido. Outra coisa que realmente funciona é o gelo. Coloque alguns cubos de gelo num pequeno saco plástico e aplique-o á pele atingida.

Experimente a cortisona para pequenas áreas. Os cremes de cortisona vendidos sem receita médica são mais fracos que os prescritos, mas justificam uma tentativa, e são mais seguros no rosto e na região genital. Mas se usá-los todo o tempo, deixarão de ser eficazes e ao interrompê-los pode ocorrer rebote da doença. Só use enquanto promoverem melhora, e vá eliminando-os gradualmente.

Selando a psoríase. Os pesquisadores descobriram que cobrindo as lesões com esparadrapo durante dias ou semanas o processo de cura se acelera, sobretudo quando se aplique primeiro creme de cortisona. As células na superfície são lesadas, parece que reduz a proliferação. Esse tratamento, no entanto, é bom para pequenas áreas, não maiores que uma moeda grande. Você deve ter cuidado porque a pele pode infectar-se, o que agravará a psoríase.

Cuidado com traumatismo. Novas lesões muitas vezes aparecem em pele traumatizada. Os pesquisadores acreditam que o trauma cutâneo possa levar á situação ingovernável. As pessoas com psoríase tem de se precaver contra os traumatismo de pele, assim como quem sofre de lombalgia não poderá ser um carregador de piano. E você pode lesar a pele com coisas simples como sapato apertado, pulseira de relógio, lâmina de barbear sem fio, e certas substâncias químicas.

Perder peso. Embora os cientistas não assegurem que a obesidade agrave a psoríase, é um dos fatores mais associados. O emagrecimento ajuda muitas pessoas com doença. Se você emagrecer e manter o peso normal, é provável que melhore.

A questão do estresse. Uma menina de 13 anos desenvolveu uma psoríase da cabeça aos pés, depois que o pai morreu. Há provas insofismáveis de que o estresse pode desencadear a doença. Se você passar uma semana numa praia do Havaí, vai melhorar. Embora seja estressante, você relaxa e tem gente tomando conta de você. Qualquer afastamento do estresse cotidiano, por qualquer período de tempo, ajuda muito.psoea

Vá pescar. Não, não para o alívio do estresse. É apenas uma maneira de dizer, para que você acrescente cápsulas de óleo de peixe que contenha ácido ei-cosapenteinóico para dieta. Os pesquisadores ficaram encorajado com o que descobriram. A área e a espessura das placas diminuíram, assim como o eritema e o prurido. Mas há importante advertências a se considerar. Um pequeno número de pessoas não melhora, e um pequeno número chega a piorar. Não foram observados efeitos adversos, mas durante um período mais prolongado, poderiam surgir alguns. Por exemplo, o óleo de peixe pode prejudicar a coagulação do sangue, assim exacerbando o efeito anticoagulante de outras medicações. Se você usar o produto, faça-o sob supervisão médica.

Tratar as infecções. Há um elo, bem documentado mas inexplicado, entre as infecções e o início da manifestação da psoríase. A psoríase também é agravada quando uma infecção sobrevém. Vemos crianças cobertas de psoríase duas semanas depois de uma infecção de garganta, o segredo aqui é o tratamento, precoce e adequado, de todas as infecções e uma atenção extra á psoríase, quando você tem qualquer tipo de infecção.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.